Sem Neymar, PSG ‘morre na praia’ e Real avança

O Real Madrid está garantido nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. O time espanhol ignorou, nesta terça-feira (6), a atmosfera do estádio Parque dos Príncipes, em Paris. Venceu o time da casa por 2 a 1 e jogou um balde de água fria na expectativa dos torcedores do PSG, que sonhavam com o título europeu, inédito para a agremiação.

A tarefa para os franceses não era fácil. O time precisaria de praticamente um milagre. Reverter o placar da derrota por 3 a 1 sofrida no jogo de ida, na Espanha. O que não aconteceu.

Aproveitando-se da situação de desespero dos parisienses, Cristiano Ronaldo e o brasileiro Casemiro não desperdiçaram as respectivas chances. Ronaldo aos cinco minutos do segundo tempo, de cabeça. Casemiro aos 34, após chute forte, com desvio. Antes, aos 25, o uruguaio Cavani marcou o gol de honra do PSG. Durante boa parte do segundo tempo, os parisienses jogaram com um a menos, por conta da expulsão de Verratti, com dois cartões amarelos.

Os franceses sentiram falta de Neymar, contundido e operado nesta semana. Sem o brasileiro, o jogo teve apenas um protagonista: Cristiano Ronaldo.

O português marcou seu 15º gol nos últimos nove jogos pelo Real. São 12 gols em oito partidas, apenas na atual edição da Liga dos Campeões. CR7 trilha o caminho para o seu sexto prêmio de melhor do mundo.

Depois de recuperado, Neymar precisará fazer chover se quiser mesmo lutar pela Bola de Ouro. Tem Copa do Mundo pela frente. Champions League para o brasileiro e para o PSG, só em 2019.