Sem Perdão

O Corinthians foi mortal. Sem desperdiçar as chances de ataque, o clube paulista confirmou seu favoritismo – com o status de atual Campeão Brasileiro – e venceu o duelo por 4×0. Um duro golpe para o Paraná Clube, que tecnicamente não fez um jogo ruim. “Num confronto assim, você não pode perder as oportunidades. Senão, depois, vai ficar lamentando. Foi o caso”, disse o técnico Rogério Micale.

O treinador não escondeu a frustração com o placar elástico. “Fico chateado principalmente pelo que não conseguimos entregar ao nosso torcedor, que fez uma festa lindíssima. Foi sensacional ver a Vila pulsando do início ao fim do jogo. Só peço que o torcedor não desista, pois vamos trabalhar ainda mais para reagir já no domingo, diante do Sport”, afirmou Micale, numa referência aos quase dezessete mil torcedores que lotaram o Durival Britto.

Logo no início, Silvinho arriscou de fora, mas a bola foi pela linha de fundo. Aos 14 minutos, na jogada de Silvinho pela esquerda, ninguém apareceu para escorar o cruzamento. Aproveitando o bom momento, Raphael Alemão, aos 15, deu um chapéu em seu marcador e bateu cruzado, para a defesa de reflexo de Cássio. Só que aos 25 minutos, o Corinthians abriu o placar. No cruzamento de Sidcley, Rodriguinho recebeu livre na área e só escorou: 1×0.

O Paraná não teve tempo nem pra respirar e, no lance seguinte, os paulistas ampliaram. Sidcley arrancou e, na saída de Richard, bateu forte para marcar 2×0. No intervalo, Micale procurou ajustar o time. Teve que trocar Richard, lesionado, por Luís Carlos. No início da fase final, trocou Wesley Dias por Matheus Pereira. No primeiro lance, o meia fez ótima assistência para Alemão, que bateu forte. A bola desviou na marcação e foi pela linha de fundo.

Quando o Paraná esboçava uma pressão, mais uma vez o Corinthians esbanjou precisão. No cruzamento da direita, Cleyson, que acabara de entrar, escorou para fazer o terceiro gol, aos 34 minutos. Aos 40, na jogada pela esquerda, Gabriel, livre na área, tocou no canto para fazer 4×0. O Paraná tentou o seu gol, mas Cássio e a trave pararam o lateral Mansur, por duas vezes. Na próxima rodada, o Tricolor volta a jogar na Vila Capanema, contra o Sport.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.