Solar do Rosário completa 25 anos de incentivo à arte e cultura

A mostra que comemora os 25 anos de atividades da galeria de arte Solar do Rosário será aberta na próxima quinta-feira (1/6) no Memorial de Curitiba. O Solar do Rosário por seus Artistas reúne 80 obras de 56 artistas brasileiros que retrataram, em diferentes épocas, o histórico casarão onde funciona o espaço cultural.

Entre os artistas cujas obras integram a exposição estão Poty Lazarotto, Carlos Eduardo Zimermann, Mara de Toledo, José Antonio de Lima, Ruben Esmanhotto, Paula Schmidlin, Dulce Osinski, Armando Merege, Corina Ferraz, Jair Mendes, Lélia Brown, Solda, Mazé Mendes e Rogério Dias.

Além das técnicas utilizadas, que vão do desenho até gravações em bronze, a diversidade também se apresenta pelo olhar dos criadores. Enquanto alguns retrataram a fachada ou outros detalhes arquitetônicos, outros privilegiaram detalhes como os pinheiros da área interna.

Os artistas selecionados não apenas retrataram o espaço como também fizeram parte de sua história. Poty Lazarotto, por exemplo, foi quem cortou a fita inaugural do Solar do Rosário em 1992, enquanto a primeira exposição foi de Eduardo Zimmermann.

“Curitiba aprovou o novo destino da casa histórica da Praça Garibaldi antes mesmo de conhecê-la, num verdadeiro ato de fé no trabalho que seria ali desenvolvido”, relembra Regina Casillo, advogada e professora que fundou o Solar, ao lado do marido, o advogado e escritor João Casillo. “Pouco a pouco, o Solar foi se tornando polo catalisador da arte e da cultura”, complementa Regina, que atualmente administra o centro cultural com a filha, a jornalista e produtora cultural Lucia Casillo Malucelli.

Neste quarto de século de trabalho, o Solar do Rosário lançou 41 livros, realizou centenas de exposições e muitos outros eventos artísticos. Atualmente conta com programação fixa de mais de 40 cursos regulares em áreas como pintura, desenho, fotografia, literatura, cinema, línguas e cultura em geral, com dezenas de atividades em sua programação a cada mês.

O casarão

O centenário casarão que abriga o Solar do Rosário é um marco na região do centro histórico de Curitiba. Seu estilo arquitetônico eclético evoca uma gama de referências, desde francês e colonial português até alemão e neoclássico, apontando as variadas raízes da cidade.

Construído no final do século 19, inicialmente foi a residência da família do empresário Ignácio de Paula França, que atuava no ramo da cerâmica e também ocupou vários cargos na administração da então província. Mais tarde foi adquirido pelo historiador Newton Carneiro, que planejava fazer ali uma pousada. Em 1960 recebeu a sede do Instituto Goethe, que ficou ali por 25 anos. No ano de 1989 foi adquirido por Regina e João Casillo. 

Depois de uma restauração completa no antigo imóvel, o Solar do Rosário foi inaugurado em 19 de maio de 1992. “Inauguramos este espaço com dupla finalidade: resgatar a memória do casarão centenário, para que voltasse a ocupar lugar de destaque na vida sociocultural da cidade, e dotar nossa Curitiba de um espaço de arte e cultura vivo e dinâmico”, afirma Regina.

  

Serviço: Exposição O Solar do Rosário por seus Artistas

Local: Memorial de Curitiba (Rua Claudino dos Santos, 79, Centro Histórico, São Francisco)

Data: de quinta-feira (1/6) a 31 de julho.

Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h.

Entrada franca

Outras informações: (41) 3321-3313