Temer faz novo apelo para aprovar a reforma da Previdência

Temer faz novo apelo para aprovar a reforma da Previdência

Em pronunciamento de Natal, na noite deste domingo (24), o presidente Michel Temer voltou a pedir apoio para aprovação da reforma da Previdência. Com um tom otimista, Temer destacou que as mudanças nas regras para se aposentar são essenciais para o desenvolvimento do país. Alegando que a proposta não é uma que questão partidária, o presidente afirma que as novasregras são a garantia de pagamento dos benefícios no futuro.

Devo dizer uma palavra sobre a reforma da Previdência. Não é uma questão ideológica ou partidária. É uma questão do futuro do País, para garantir que os aposentados de hoje e os de amanhã possam receber suas pensões”, disse.

A votação da matéria está prevista para o dia 19 de fevereiro. Até lá, o governo Federal deve trabalhar para conquistar votos de parlamentares indecisos. E, no discurso do último domingo, Temer disse que tem convicção de que o Congresso Nacional vai aprovar a reforma da previdência.

Nosso país vizinho, a Argentina, num gesto consciente e de união pelo país, de exemplo e acaba de aprovar a sua reforma. Tenho plena convicção de que os nossos parlamentares darão o seu voto e o seu aval, para que isso também aconteça aqui. Tenho certeza que eles não faltaram”, afirmou o presidente.

A reforma da Previdência está sendo discutida na Câmara e para seguir ao Senado Federal, deve ter o apoio de pelo menos 308 deputados. De acordo com o texto, as mulheres só poderão se aposentar com 62 anos de idade. Já os homens, com 65. Contudo, será respeitada uma regra de transição para diminuir o impacto da medida para os trabalhadores que estariam perto de se aposentar.

Caso a reforma seja aprovada, a idade mínima começaria com 55 anos para os homens e 53 anos para as mulheres. A partir de 2020 essa idade começa a subir, na proporção de um ano de idade a cada dois anos que se passam. Assim, somente em 2038 o piso para a aposentadoria seria atingindo, fixando as idades de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres.