Três pontos na bagagem

O Coritiba conquistou seus três primeiros pontos fora de casa no Brasileirão 2017, após vencer o Vitória, na Arena Fonte Nova, na noite deste sábado (27). Mostrando a força de seu elenco, o gol alviverde foi de Rildo, que retornou à equipe após a recuperação de uma fratura na mandíbula, após cruzamento de Tiago Real. Ambos entraram no jogo na etapa complementar, como opções do técnico Pachequinho.

Com a bola rolando, o Coritiba mostrou seu estilo de jogo, como foi ressaltado pelo comandante coxa-branca durante a semana de preparação e avaliado após o apito final do árbitro.

“O Coritiba mudou sua postura. Está jogando fora de casa como se estivesse no Couto Pereira. Mostrando seu modelo de jogo, sempre com segurança atrás para que não seja surpreendido. Vamos manter isso, essa união dos atletas, com o apoio da torcida e da diretoria vamos atrás de seguir evoluindo”, afirmou Pachequinho. 

Primeiro tempo de muita movimentação, mas sem gols

Na Bahia, o Coritiba foi a campo com mudanças em relação à última partida. Pachequinho optou por iniciar o jogo com a formação composta por Wilson, Dodô, Werley, Márcio, William Matheus, Alan Santos, Matheus Galdezani, Tomas Bastos, Neto Berola, Henrique Almeida e Kleber. O treinador não pôde contar com Walisson Maia, já que o zagueiro alviverde teve uma entorse no joelho, assim como Anderson, Rodrigo Ramos e Iago Dias que seguem em recuperação com profissionais do Centro de Excelência no Esporte do Coritiba (CEECOR).

Quando o árbitro autorizou o início do jogo, o Coxa se postou bem em campo. Aproximadamente até os 15 minutos de partida, a posse de bola era maior do Verdão. A primeira boa chance do Coxa foi após um cruzamento de Tomas Bastos vindo da direita e Alan Santos, que retornou à equipe após recuperação de uma entorse no joelho, tentar arrematar para gol em velocidade. A bola passou pelo lado da trave e foi para fora.

Trabalhando bem a bola e dificultando a saída do Vitória, o Coxa ia buscando mostrar sua forma de jogo, bastante citada por Pachequinho nas duas últimas semanas de preparação da equipe. Por outro lado, a equipe baiana buscava surpreender em jogadas de ataque.

Aos 22’, Neto Berola avançou em velocidade e tentou achar Henrique Almeida dentro da área, mas o árbitro assinalou impedimento de jogada do Verdão. Na sequência, o aniversariante do dia, Henrique Almeida, tentou ajeitar de peito para Kleber, que não conseguiu chegar.

O Vitória teve boas chances com Cleiton Xavier arriscando de longe e Wilson praticando a defesa, além de Willian Farias que chutou por cima do gol.

A trave também atrapalhou o que poderia ter sido o gol alviverde. Com 32’ de jogo, Henrique Almeida queria fazer festa, limpou a jogada e arrematou para gol. A bola bateu na trave e saiu. O Coritiba insistia. William Matheus cruzou pela esquerda e Henrique Almeida cabeceou com perigo. O goleiro Fernando Miguel fez a defesa. O Vitória respondeu, com Fred chutando forte e Wilson defendendo seguramente.

Rildo retorna ao time e marca o gol da vitória coxa-branca

O segundo tempo começou com Jonas no lugar de Tomas Bastos no Coritiba. Na primeira jogada, William Matheus recebeu de Neto Berola, mas a bola foi mais rápida no que podia ser a primeira chegada do Coxa.

Aos seis minutos, mais uma oportunidade do Coritiba. Após cobrança de escanteio de Dodô, o goleiro do Vitória defende e dá o rebote. Nisso, Alan Costa bate na bola e recua para o arqueiro. O árbitro marca tiro livre direto para o Coxa. Após muita confusão, William Matheus bateu tirando da barreira, Henrique Almeida bateu para o gol e Paulinho salva em cima da linha. A bola volta para o jogo, William Matheus bate e o goleiro defende com o peito e se recupera para impedir a sequência da jogada tirando de soco.


Então, a última alteração no Coritiba foi a entrada de Tiago Real no lugar de Alan Santos. E as substituições mudaram o cenário do jogo. Aos 26’, Tiago Real cruzou no chão pela direita. Rildo bateu de letra e fez seu primeiro gol com a camisa do Verdão. Vitória 0x1 Coritiba.A segunda substituição do Coxa foi a entrada de Rildo, recuperado de uma fratura na mandíbula, no lugar de Neto Berola. O Vitória, aos 16’, tentou chegar com Kieza e Wilson defendeu novamente. Pouco depois, os baianos chegaram com mais perigo ainda. Kieza recebeu de David e bate por cima do gol.

Após o gol alviverde, o Vitória tentava o empate, dando mais trabalho para o Coritiba, principalmente a defesa. A arbitragem assinalou mais quatro minutos de acréscimo no jogo.

 

Fonte: Site oficial do Coritiba

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.