Umtiti marca de cabeça e garante França na final da Copa

Gostinho de champanhe e caviar na final da Copa da Rússia. França e Bélgica entraram em campo na tarde desta terça (10) pelas semifinais. Quem esperava um jogo equilibrado, acertou, mas quem estava torcendo para muitos gols, se decepcionou.

Com dois contra-ataques velozes, as duas equipes se estudavam, mas não deixavam de avançar e fazer pressão, alternando momentos de melhor desempenho entre elas. Mbappé, com sua velocidade característica, infernizava a defesa belga, enquanto De Bruyne e Hazard não conseguiam acertar os passes precisos que quebram as linhas de defesa adversária.

Quando conseguia furar o bloqueio liderado por Kanté, o time da Bélgica parava nas mãos de Lloris. O mesmo acontecia com os franceses, que não conseguiam furar o bloqueio de Courtois, um dos melhores goleiros da Copa até aqui. No entanto, em uma bola parada logo aos cinco do segundo tempo, o panorama mudou. Umtiti, zagueiro nascido em Camarões, subiu mais alto que todo mundo e mandou no cantinho. Era o gol da classificação francesa.

Os belgas partiram para cima com todo o poderio ofensivo, mas não tinham chances claras, e a França apostava nos contra-ataques. A vontade foi muita, mas não foi suficiente para mudar o placar. Placar final, França um, Bélgica zero. Agora os franceses aguardam o resultado de Croácia e Inglaterra para saber com quem farão a final no domingo, em Moscou.