Os veículos Ford Edge da montadora Ford são alvo de uma campanha de recall protocolada na Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon/MJSP).

A medida foi motivada por uma falha no sistema de airbag, que pode não inflar totalmente ou se desprender em caso de colisões, o que representa um risco para os condutores e passageiros.

O recall dos automóveis começa na próxima segunda-feira (24). Ao todo, 495 veículos importados, produzidos na cidade de Oakville, no Canadá, devem ser consertados.

De acordo com a Ford, um erro de montagem dos airbags pode ter provocado o problema, em decorrência de variações em seu processo de produção. Tais variações podem ocasionar o acionamento irregular do mecanismo.

Nessa condição, “em eventual colisão do veículo, o airbag frontal do motorista pode não inflar totalmente ou se desprender de sua base, aumentando o risco de danos físicos ao motorista”.

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.