Vitor Feijão fez o primeiro gol como profissional.

Vitória do equilíbrio

O Paraná Clube manteve a sua rotina de vitórias na Vila Capanema. Como previa o técnico Lisca, um jogo difícil e tenso, com direito a muitas faltas, cartões e um Juventude-RS apostando na coesão defensiva para tentar brecar o Tricolor. Paciente e persistente, o time soube controlar o jogo e quando as oportunidades surgiram, o Paraná foi preciso nas finalizações e carimbou 2×0 pra cima dos gaúchos, assumindo a 5ª colocação do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com dois meias criativos – Renatinho e João Pedro – o treinador paranista esperava envolver o adversário no toque de bola. Porém, o Juventude conseguiu bloquear bem os avanços do Paraná. As raras oportunidades surgiram em chutes de fora da área. O mais perigoso deles aos 46 minutos, quando João Pedro carimbou o travessão.

No intervalo, Lisca procurou fazer alguns ajustes de posicionamento, aumentando o volume de jogo do Paraná. E, na bola parada, o Tricolor chegou ao primeiro gol. Aos 13 minutos, Renatinho cobrou com maestria uma falta pela direita: bola na cabeça de Alemão, que não perdoou: 1×0. Apesar das mudanças feitas por Gilmar Dal Pozzo, o Juventude pouco chegava na área de Richard. Renatinho assustou o goleiro Matheus Cavichioli e quase marcou um gol olímpico, aos 24.

Só que aos 31 minutos, o árbitro – com uma atuação muito contestada – expulsou o volante Gabriel Dias. Mas, o Juventude teve pouco tempo para explorar a vantagem numérica. Aos 37, Diego Felipe também levou cartão vermelho após entrada em Robson. Na cobrança da falta, Renatinho fez o goleiro gaúcho trabalhar. Lisca, que já havia colocado Minho e Vinícius Kiss no time, fez a última mudança aos 42 minutos.

Após seis meses recuperando-se de uma cirurgia de joelho, Vitor Feijão entrou no lugar de Robson. E foi do garoto o gol que selou a vitória tricolor. Aos 49 minutos, Kiss iniciou a jogada na intermediária e tocou para Renatinho. O toque, em profundidade, foi preciso e Feijão entrou em velocidade para, na saída de Cavichioli marcar o seu primeiro gol como profissional do Paraná Clube: 2×0.

Fonte: Site oficial do Paraná Clube

O primeiro jornal de Curitiba com conteúdo em Realidade Aumentada.