Yamandu Costa e Naná Vasconcelos encerram nesta quarta a 34ª Oficina de Música

Depois de 20 dias de intensa programação de cursos e espetáculos de música erudita e popular, a 34ª Oficina de Música de Curitiba chega ao fim. O show de Yamandu Costa e Naná Vasconcelos, na quarta-feira (27), às 21 horas, no Guairão, marca o encerramento desta edição, que teve quase 2 mil alunos e foi uma das mais movimentadas dos últimos anos.

O show de encerramento une no palco duas grandes estrelas da música instrumental brasileira. O violonista e compositor gaúcho Yamandu Costa é uma referência mundial na interpretação do violão de 7 cordas, para o qual desenvolveu uma técnica aprimorada, que explora todas as possibilidades do instrumento. Com uma linguagem musical sem fronteiras, Yamandu percorreu os mais importantes palcos do Brasil e do mundo, participando de grandes festivais e encontros. Em 2010, o CD Luz da Aurora, com Hamilton de Holanda, foi indicado para o Grammy Latino.

O percussionista pernambucano Naná Vasconcelos é outro brasileiro que levou a música brasileira para todos os cantos do planeta. Trabalhou com Milton Nascimento e Egberto Gismonti. Morou em Paris e Nova York, tocou e gravou com nomes como B.B. King, Pat Metheny, Jean-Luc Ponty, com o grupo norte-americano Talking Heads, liderado por David Byrne, entre outros. Nos últimos anos, esteve mais envolvido no cenário musical brasileiro, gravou vários discos solo e desenvolve o projeto ABC das Artes Flor do Mangue, com crianças carentes.

Os dois músicos transitam com tranquilidade pela música erudita e popular. Yamandu Costa toca de choro a música clássica brasileira, mas também não deixa de lado as raízes gaúchas, mostrando todo o seu virtuosismo na interpretação de miliongas, tangos, zambas e chamamés. Neste show, a dupla toca composições próprias e clássicos como “Brejeiro”, de Ernesto Nazareth, e “Trenzinho Caipira”, de Villa-Lobos.

Mais de 80 atrações

A 34ª Oficina de Música começou no dia 7 de janeiro promovendo uma série de atividades entre cursos, recitais, concertos, shows, palestras, mesas-redondas, exibição de filmes, além da Oficina Verde e da Feira Gastronômica no pátio da Capela Santa Maria, que foi uma das novidades desta edição. A programação artística teve mais de 80 eventos. Os cursos tiveram como sede o campus da PUCPR, onde aconteceu a maior parte dos 112 cursos de música erudita, MPB e música e tecnologia. Este ano, a Oficina recebeu 1.987 alunos e 122 professores de todas as partes do Brasil e de outros países.

Parceiros

Realizada pela Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Curitiba, por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), a Oficina de Música 2016 tem o patrocínio da Copel, apoio master da PUC – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, apoio do Banco do Brasil e apoio cultural do Centro Cultural Teatro Guaíra, Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Curitiba Hostel, Família Farinha, E-Paraná, Escola de Música e Belas Artes do Paraná, Faculdade de Artes do Paraná, Lumen FM, Secretaria de Estado da Cultura, Sesc da Esquina e Paço da Liberdade, UFPR/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura.

 

Yamandu Costa e Naná Vasconcelos – Show de encerramento da 34ª Oficina de Música de Curitiba

Local: Teatro Guaíra – Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto

Data e horário: 27 de janeiro, às 21h

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (taxa adicional de R$ 6 pelo Disk Ingresso)