Deixar-se-á de se comentar diretamente sobre a justiça brasileira e sobre o STF, mas os queridos leitores poderão inferir sobre a gravidade da situação brasileira e tirar as suas conclusões.

Têmis é uma divindade grega por meio da qual a justiça é definida, no sentido moral, como o sentimento da verdade, da equidade e da humanidade, colocado acima das paixões humanas. Por este motivo, sendo personificada pela deusa Têmis, é representada de olhos vendados e com uma balança na mão. (www.stf.jus.br › portal)

Na mitologia grega, é a deusa dos juramentos, mãe de Dice, deusa da justiça, a protetora dos oprimidos. A primeira esposa de Zeus foi Métis que, depois de colocá-la em seu ventre, Zeus casou-se com Têmis. Zeus era filho de Cronos e Reia, irmãos de Têmis. (Wikipedia).

Temi é filha do Céu e da Terra, ou de Urano e de Titéia, era irmã mais velha de Saturno e tia de Zeus (Júpiter). Em geral, possui tinha três subsistências; deusa da ordem natural, deusa da ordem moral e a deusa de profecia. (www.mitologiaonline.com).

A venda é um símbolo de imparcialidade: significa que ela não faz distinção entre aqueles que estão sendo julgados… A espada é um sinal de força. (www.tecnoconcursos.com.br).

Representada em objetos, fotografias, pinturas e até em logomarcas, a balança é atribuída ao significado de justiça, do comportamento correto segundo as leis e do equilíbrio. (www.aurum.com.br).

Houve um dia em que a deusa da justiça deixou a Terra, pois, ao olhar a situação terrena, com os homens campeando a injustiça, desafiando a legalidade, a paz, ficou desgostosa, desolada, por ver este lado hediondo do ser humano. [..]. Desta vez, espera-se que quando retornar vai dar um freio naqueles que, além de alcovitaram bandidos de estimação, se acham donos do Brasil.

Pindorama não deixou por menos, pois, as situações de caos incentivaram aqueles que não querem ver o país prosperar. O que se vê são oportunistas de plantão focados somente os seus interesses pessoais, ameaçando a democracia brasileira.

Com a pandemia, com a restrição de liberdades individuais, liberdade de opinião, liberdade de expressão, distanciamento social, sem a necessária comprovação científica, as autoridades, com raras exceções, estão pondo as suas manguinhas ditatoriais de fora, não pensam no país e só querem derrubar o governo.

Porém, a justiça humana não passa de um trapo de imundícia para Deus. (Isaías 64). Agora, ser chamado de fascista sem ser é dose para leão. […].

As autoridades talvez não saibam ou não querem saber que os cristãos oram todos os dias para que elas tenham sabedoria e reafirmam que toda a autoridade é dada por Deus, que também tem o poder de tirar.

Está chegando a hora de tudo ser colocado no lugar” (Bolsonaro). A corda foi arrebentada faz tempo. Será que já não passou da hora da onça beber água?

Isaac Carreiro Filho
Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR, colunista e palestrante.