Os alunos Ana Laura Becker Zierhut, 16 anos, do Colégio Estadual Visconde de Guarapuava, em Guarapuava (região Sudoeste), e Gabriel Vinicius Silva Vieira de Souza, 17 anos, do Colégio Estadual Barão do Rio Branco, em Londrina (região Norte) foram selecionados para 15° edição do Programa Jovens Embaixadores promovido pela Embaixada dos Estados Unidos e Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Os estudantes paranaenses vão se reunir a outros 48 alunos com idade entre 15 e 18 anos do ensino médio de escolas públicas para um intercâmbio cultural de três semanas nos EUA entre os dias 13 de janeiro a 5 de fevereiro de 2017.

O objetivo do programa é promover o fortalecimento da educação pública por meio de jovens que exercem papeis de liderança em suas comunidades.

Na primeira semana os estudantes vão participar de encontros com lideranças norte-americanas dos setores público e privado, visitas a escolas e a projetos sociais, além de conhecer os pontos turísticos de Washington, capital do país.

Nas semanas seguintes os estudantes viajam para outros estados onde serão recebidos por famílias locais, frequentarão aulas com alunos norte-americanos da mesma idade e série e participarão de apresentações culturais sobre o Brasil. Ao final do intercâmbio, eles vão apresentar um plano de ação para atividades voluntárias que serão desenvolvidas em suas comunidades após o retorno ao Brasil.

SELECIONADOS – Ana e Gabriel fazem parte de um grupo de alunos que se destacaram em suas escolas e comunidades não apenas por boas notas, mas por participar de trabalhos voluntários de responsabilidade social.

Ana Laura, do 2° ano do ensino, dá aulas de inglês para alunos das séries iniciais do ensino fundamental nas escolas municipais da sua cidade uma vez por semana há dois anos e meio. “Além de poder fazer um trabalho voluntário para minha comunidade, é divertido ensinar as crianças mais novas porque elas aprendem muito rápido e também é gratificante despertar neles o gosto pelo idioma e saber que no futuro podem participar de programas como esse”, disse.

Essa é a segunda vez que a estudante participa da seleção para o intercâmbio. Em 2015, Ana ficou em segundo lugar na classificação. “Estou ansiosa para conhecer coisas novas e ter contato com uma cultura diferente e trazer esses conhecimentos para minha escola e comunidade”, contou Ana.

Gabriel, do 3° ano do ensino médio, reserva de duas a três horas por semana para ajudar os colegas do 1° ano do ensino médio que possuem alguma dificuldade com as matérias de matemática, química ou física.

Segundo ele, o trabalho voluntário é uma maneira de compartilhar com os colegas a facilidade que tem em dominar as disciplinas. “É uma maneira que encontrei de compartilhar esses conhecimentos e ajudar quem tem alguma dificuldade com as disciplinas que geralmente são mais complicadas de se entender”, disse.

O voluntariado garantiu ao estudante a segunda vaga paranaense para participar do programa. Para Gabriel, a experiência vai permitir trazer e aplicar novas metodologias ao monitoramento. “A expectativa é conhecer de perto o processo educacional americano e voltar com novos conhecimentos que serão aplicados no projeto de monitoramento e também compartilhar essa experiência”, afirmou.

PROGRAMA – Esta é a 14ª edição do programa, que já levou 417 brasileiros para os EUA e atualmente está presente em todos os países da América do Norte, América Central e América do Sul. O Programa Jovens Embaixadores é uma iniciativa da Embaixada dos EUA, em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), as Secretarias Estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos, e também as empresas FedEx, MSD, Microsoft, Bradesco, IBM e a Boeing Brasil.