Anualmente são incorporados milhares de soldados em várias regiões desta terra para servirem à Pátria. A responsabilidade dos mais antigos é formar o cidadão-soldado, retornando ao meio civil melhor do que entrou.

No presente artigo vamos falar um pouco da vida na caserna do senhor Aguinaldo de Oliveira Miranda, nascido em Presidente Prudente, SP, em 21/03/1944. Membro de família numerosa e simples de 2 irmãos e 6 irmãs. Reside no bairro Água Verde, sendo um excelente conselheiro.

Incorporado às fileiras do Exército em 1963, no 13º Regimento de Infantaria, Ponta Grossa, serviu de 16/07/1963 a 30/06/1964, quando recebeu um belíssimo Diploma de Menção Honrosa “por sua exemplar conduta e marcante honestidade profissional, reveladas durante o seu tempo de serviço à Pátria…”. Participou do Curso de Formação de Cabos e ficou apto à promoção a 3º Sargento.

Neste curto período de tempo, participou do Combate ao Fogo em Biscaia, Ponta Grossa e do Combate ao Fogo em Monte Alegre, momentos estes que guarda com muita alegria, embora tenha arriscado a própria vida.

Como todo soldado, participou das marchas a pé e dos serviços ordinários da caserna. Em 25/08/1963, Dia do Soldado, montou Guarda ao Busto do Duque de Caxias, participando, também, do Desfile do Dia da Independência, 07/09/1963, e do Desfile da Proclamação da República, 15/11/1963, demonstrando grande garbo varonil.

Lembra-se com muita emoção, por ocasião da chegada e da visita do general americano no Quartel General e no querido regimento, em 11/04/1964.

Em relação ao movimento da Contrarrevolução Democrática de 1964, que evitou a implantação de uma ditadura comunista no Brasil, participou do estado de prontidão a partir de 15 de março, do deslocamento para Lajes, SC e do retorno a Ponta Grossa, 06/04/1964.

Relata que a maior participação do regimento foi no bloqueio de estradas e aeroporto, participando de revistas principalmente em ônibus e carros de passeio, não tendo ocorrido maiores incidentes, embora a situação estivesse tensa, notadamente em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.Para defender a pátria demonstrou coragem, desprendimento, camaradagem e espírito de corpo, virtudes que mantém até hoje.

Isaac Carreiro Filho
Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR, colunista e palestrante.