O salmista Davi disse “Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.” (Salmo 121:1,2). Nesta condição, ele quer dizer que o Senhor Todo Poderoso é quem providencia o socorro, Deus proverá.

Ao logo da vida as pessoas, de quando em quando, se deparam com um monte de problemas, uma infinidade de obstáculos e, as mais das vezes, não conseguindo encontrar socorre presente para a angústia que a comete.

Davi também aponta para quem é o nosso socorro nestas horas: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda …” (Salmo 46).

Por mais que você possa receber ajuda, e quando recebe, deve estar ciente de que ela pode ter sido providenciada por Deus, que tem colocado pessoas na sua trajetória que possam ajudá-la a alcançar determinados objetivos. Quiçá você também pode ser colocado como um canal de bençãos diante de outrem para prestar o socorro necessário. Devemos ser bênção na via das pessoas e não um cordel de tropeço.

A Bíblia nos ensina que não devemos tomar dinheiro emprestado, para não sermos avalistas e nem tão pouco emprestarmos o nosso dinheiro, vivendo da usura, em detrimento de outrem. Não podemos ser escravos do dinheiro. Antigamente as pessoas, que não podiam pagar, passavam a ser escravas por dívidas […].

Aproveitando a constante criação de necessidades, modernamente existe o sistema financeiro, bancos especializados em crédito, o que, na realidade o torna cada vez mais devedor do sistema, exigindo grandes sacrifícios aos devedores ou inadimplentes.

Mas, o sistema que a Bíblia prega é bem outro. A matemática de Deus é diferente da matemática humana. O mandamento maior é o amor incondicional, ágape, sem cobrança de retorno. Não tem o toma lá dá cá: você ajuda as pessoas sem procurar o retorno financeiro, sem maiores interesses pessoais ou coletivos.

Por exemplo, muitas vezes você precisa de uma ajuda na área de saúde e não consegue uma pessoa que possa lhe ajudar ou pelo menos lhe indicar o caminho das pedras, quando muito uma palavra de alento.

Distraindo-se com a televisão e acompanhando o sucesso dos artistas, a maioria com mansões e vivendo no exterior, as pessoas não encontram tempo para si mesmas e para conversar sobre isto, o que é uma pena.

Outras vezes as pessoas tentam se justificar e limpar as suas consciências, dizendo: “Se tivesse me falado antes, eu tinha muitas opções para lhe ajudar.”, sendo que a Inês já era tarde. O ser humano precisa aperfeiçoar nesta área e conversar o que realmente interessa ao outro […].

Na realidade, o socorre vem do Senhor, mas não custa nada fazermos a nossa parte, dando a nossa contribuição às pessoas, fazendo parte da vida das pessoas em suas necessidades.

Titular do Coluna Patriota Isaac escreveu para o Jornal do Rebouças 160 textos no período de 2018 a 2021. Era Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR e palestrante. Faleceu aos 66 anos, vítima da Covid-19.