Pode ser Fibromialgia. Ela se caracteriza por dores em várias partes do corpo, principalmente nos músculos e articulações. Esse dor dura em geral mais de 3 meses, de forma crônica, mas não causa deformidades e normalmente nem inflamações. É mais comum em mulheres, principalmente dos 35 aos 55 anos, mas pode aparecer em pessoas com mais idade e até em crianças e adolescentes.

Junto com a dor, a fibromialgia apresenta sintomas de fadiga (cansaço), sono não reparador (a pessoa acorda cansada) e outros sintomas como alterações de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. Uma característica da pessoa com FM é a grande sensibilidade ao toque e à compressão da musculatura pelo profissional de saúde ou por outras pessoas.

Os critérios de diagnóstico da fibromialgia são:

a) dor por mais de três meses em todo o corpo

b) presença de pontos dolorosos na musculatura (11 pontos, de 18 que estão pré-estabelecidos).

Em muitos casos, mesmo que os pacientes não apresentem todos os pontos de dor, o diagnóstico da Fibromialgia é feito e o tratamento iniciado.

Não existem exames que comprovem a Fibromialgia, o diagnóstico é apenas clinico.

Em 95% dos pacientes com Fibromialgia, existe alteração do sono, uma dificuldade de se manter o sono profundo, onde o sono é superficial ou interrompido, diminuindo a qualidade do sono, e dessa forma aumentando o cansaço, a contração muscular e as dores.

Percebe-se na clinica diária, que muitas pacientes que possuem fibromialgia, apresentam sintomas de depressão e ansiedade associados, situações de estresse e tensão estão presentes na maioria dos casos.

A dor crônica pode levar à depressão, e como num circulo vicioso, a depressão leva á mais dores crônicas, podendo afetar gravemente a qualidade de vida do paciente.

Felizmente é possível tratar os sintomas. A pratica de exercícios suaves, gradativos, que trabalham a respiração junto com a parte muscular  é a principal recomendação médica para o tratamento da condição,  como a  RPG ( Reeducação Postural Global), que é um tipo de  fisioterapia especializada, e também a fisioterapia convencional ,  pois além de diminuírem a dor, também melhoram a depressão, a ansiedade, o sono e a fadiga. É importante também a psicoterapia, conversar sobre os problemas ajuda a aliviar o sofrimento.

Outra Técnica que também pode ser associada ao tratamento é a Terapia Crânio Sacral, ela promove um relaxamento da mente e do corpo, fazendo com que a paciente saia da sessão totalmente tranquila e relaxada, é uma terapia bem agradável e muito bem aceita pelos pacientes, pelo prazer e paz que proporciona.