“Empreender é trazer para a sociedade uma solução para uma lacuna, inovando e criando alterativas de negócios com sucesso. É sinônimo de realizar, executar, tentar; é saber identificar as oportunidades e com criatividade transformá-las em organização lucrativa. Vivemos a oportunidade de mudar constantemente.

A quarentena e uma possível recessão a caminho, trouxeram cenários econômicos difíceis que atingiram especialmente o trabalhador autônomo. Com a diminuição da renda familiar e o desemprego surgiram dificuldades reais em conseguir sustento para sobreviver, essa realidade tem obrigado musas pessoas a empreender, é o que chamamos de empreendedorismo por necessidade.” (Bethânia Gilsout.TOPVIEW. ed. 235. ESPECIAL QUARENTENA. TRILOGIA PARTE 1. p. 52. 30 abr.2020).

A articulista afirma que, além do empreendedorismo por necessidade, como única solução, tem observado mudança no modus operandi das empresas, como de restaurantes que eram avessas aos aplicativos de entrega e delivery e agora moldam seu negócio para este modelo.

Esta mudança é indispensável para que as empresas alcancem determinado nível de estabilidade, usando o seu potencial empreendedor.

Afirma que atualmente o diploma não é tudo para se alcançar êxito no mercado de trabalho. A proatividade, capacidade de inovação, perfil empreendedor, são qualidades desejáveis para a empresa se destacar.

Aponta como fator chave de sucesso a inovação digital visando a superação da crise, que favorece o negócio digital. As empresas devem apostar fortemente no e-commerce e nos negócios digitais.

“Fazer lives no instagran por exemplo é uma forma interessante de aproximar o público à sua marca.”

Ela dá 5 dicas para aproveitar ao máximo as tecnologias e prosperar na crise:

1. Mantenha a calma: Enxergue oportunidade na histeria, se organize direcionando o foco para o lugar certo.

2. Vídeo é rei: Invista no audiovisual, vídeos profissionais e fotos de alta qualidade fortalecendo a presença da sua marca no mercado. A qualidade e chances de fechar vendas são proporcionais. Vídeos no YouTube, Facebook, Instagram encantam o cliente.

3. Atendimento rápido on-line: É a maneira encontrada de continuar atendendo, dê consultorias, ofereça cursos, etc.

4. Delivery e pagamento on-line facilitados: A variedade de formas de pagamento online é muito importante, Paypal, MercadoPago, PagSeguro é muito importante, rapidez e facilidade de entrega.

5. Não esqueça do pós-venda: Ser digital não significa esquecer o tratamento pessoal com seu cliente, e checar sua satisfação. É o que fará o diferencial do seu negócio.

O pós-venda é um conjunto de atividades desenvolvidas após a venda de um produto ou serviço, visando a fidelização do cliente.

Reflexão: “Enquanto uns choram, outros vedem lenços.”

Isaac Carreiro Filho
Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR, colunista e palestrante.