13.2 C
Curitiba
quarta-feira, 22 maio 2024

Líder, na bola e na raça!

Uma partida para ser lembrada para sempre! Com uma grande atuação coletiva e a raça rubro-negra prevalecendo a cada disputa, o Athletico venceu o Palmeiras por 2 a 0, neste domingo (12), em Barueri (SP). O Furacão segue na liderança do Campeonato Brasileiro!

Uma cobrança de falta de Pablo abriu a contagem no primeiro tempo. E no segundo, uma grande jogada de Cuello terminou com gol contra de Gustavo Gómez.

Mas os gols contam apenas parte da história de uma apresentação memorável do Athletico. Fernandinho comandou o meio de campo. Bento mostrou porque é o melhor goleiro do Brasil. E o time todo se doou para conquistar mais três pontos.

Agora, o Furacão soma 13 na tabela de classificação. Em seis jogos, são quatro vitórias, um empate e uma derrota.

O Jogo

Mesmo jogando como visitante, o Athletico mostrou desde o início que faria um jogo de igual para igual com o Palmeiras. O adversário tinha mais posse de bola, mas o Rubro-Negro era mais rápido e incisivo no ataque, criando as melhores chances.

A primeira veio em um belo chute de Zapelli, que exigiu uma ótima defesa de Weverton. Cuello, em uma tarde brilhante, chegou com perigo duas vezes. Na primeira, foi travado na hora do chute. Depois, parou em mais uma boa intervenção do goleiro palmeirense.

E o atacante argentino também esteve perto de marcar em uma boa jogada que passou por Fernandinho e Nikão e terminou com um cruzamento de Léo Godoy, que Cuello por muito pouco não conseguiu desviar para a rede.

Quando o Athletico era melhor na partida, o Palmeiras teve um pênalti a seu favor. Bento havia feito grande defesa em chute de Rony, mas depois do rebote, derrubou Endrick dentro da área. Raphael Veiga foi para a cobrança, mas parou no goleiro da Seleção! Defesa fantástica do goleiro athleticano!

O Athletico não merecia mesmo ficar atrás no placar. E nos acréscimos da primeira etapa, conseguiu ficar na frente. Em cobrança de falta na entrada da área, Pablo soltou a bomba. A bola desviou em Veiga e entrou no cantinho!

Em vantagem no placar, o Furacão teve mais uma oportunidade logo no começo da etapa final, em passe de Fernandinho para Léo Godoy. Nikão, em um chute de fora da área, fez Weverton trabalhar mais uma vez.

E aos 13′, uma jogadaça de Cuello resultou no segundo gol athleticano! O argentino recebeu pelo meio, limpou a marcação, tabelou com Nikão, invadiu a área e bateu cruzado em direção a Pablo. Gustavo Gómez tentou cortar e marcou contra: 2 a 0 Furacão!

Pouco depois, o Athletico teve Esquivel expulso após receber o cartão amarelo, em uma decisão controversa da arbitragem. Mas mesmo com um homem a menos, o Athletico se impôs e não deu chances de reação ao Palmeiras.

As melhores chances do time paulista pararam sempre na presença inexpugnável de Bento. E o Rubro-Negro balançou a rede mais uma vez, em cruzamento de Julimar para Canobbio, mas o lance foi anulado por impedimento após checagem do VAR.

O jogo ainda terminou com o Furacão criando novas oportunidades, com Julimar e Erick. Uma atuação de gala do líder do Brasileirão!

Ficha técnica: Palmeiras 0x2 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro 2024 – 6ª rodada
Data: 12/05/2024 (domingo)
Horário: 16h
Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)

Público total: Não divulgado
Público pagante: 12.108
Renda: R$ 480.818,00

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Luanderson Lima dos Santos (BA) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
Quarto árbitro: Paulo Belence Alves dos Prazeres Filho (PE)
Árbitro de vídeo: Wagner Reway (ES)

Palmeiras: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Luan (López, aos 12′ do 2º tempo) e Piquerez; Zé Rafael (Rômulo, aos 36′ do 2º tempo), Gabriel Menino (Richard Ríos, aos 19′ do 2º tempo) e Raphael Veiga; Estêvão (Luiz Guilherme, aos 19′ do 2º tempo), Endrick e Rony (Lázaro, aos 12′ do 2º tempo)
Técnico: Abel Ferreira
Cartões amarelos: Mayke, Endrick e López

Athletico Paranaense: Bento; Léo Godoy (Madson, aos 12′ do 2º tempo), Kaique Rocha, Gamarra e Esquivel; Erick e Fernandinho; Nikão (Canobbio, aos 15′ do 2º tempo), Zapelli (Zé Vitor, aos 12′ do 2º tempo) e Cuello (Julimar, aos 26′ do 2º tempo); Pablo (Fernando, aos 26′ do 2º tempo)
Técnico: Cuca
Gols: Pablo, aos 54′ do primeiro tempo; Gustavo Gómez (contra), aos 13′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Pablo, Esquivel, Léo Godoy, Gamarra e Fernandinho
Cartão vermelho: Esquivel, aos 21′ do segundo tempo

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

Clube Athletico Paranaense
Clube Athletico Paranaensehttps://athletico.com.br/
Clube Athletico Paranaense é um clube de futebol brasileiro, da cidade de Curitiba. Foi fundado em 26 de março de 1924, a partir da fusão do International Foot-Ball Club e do América Futebol Clube. Suas cores tradicionais são o preto e o vermelho, que lhe rendem a alcunha de rubro-negro.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS