Sabemos que o estresse está na base de quase todos os problemas de saúde, e também na origem da maior parte das dores, seja o estresse emocional ou o físico.
Quando ficamos estressados aumentamos a produção de alguns hormônios como o cortisol e o adrenocorticotrófico (ACTH), esses hormônios aumentam a tensão muscular podendo levar até a espasmos, que são fortes dores musculares, principalmente nos músculos das costas e pescoço.

A tensão muscular reduz a circulação sanguínea, e com isso dificulta a chegada de oxigênio e nutrientes aos tecidos, além de poder produzir dor, esse situação dificulta os processos de cura do organismo.
Em pequenas doses, o estresse pode até ajudá-lo a realizar tarefas e evitar que você se machuque, o vilão é o estresse crônico, que nesse período de pandemia, está muito mais presente.

As dores do estresse também podem levar a cefaleias e dores de cabeça, um estudo publicado no Pub Med em setembro 2015 comprova essa relação: “Associação entre intensidade de estresse e frequência de cefaleia para cefaleia do tipo tensional (TTH), enxaqueca e enxaqueca com TTH coexistente (MigTTH).” © International Headache Society 2014. Conclusão: Nosso estudo fornece evidências para uma associação entre a intensidade do estresse e a frequência da cefaleia.

Dores na articulação temporomandibular (ATM), também podem ser resultantes do estresse e levar ao bruxismo, que é o apertar dos dentes, de maneira involuntária.
Por tudo isso, devemos procurar técnicas que minimizem o estresse de cada dia, entre essas técnicas, uma ótima opção são os tratamentos corporais que estimulam a respiração profunda junto com alongamentos, como por exemplo a RPG ( Reeducação Postural Global), ela pode ser feita de maneira pontual, para relaxar os músculos e eliminar as dores da coluna, e por trabalhar a respiração profunda durante a sessão, de quebra, você sai bem calmo da sessão.

Outra opção, principalmente para quem tem apresentado associado dores de cabeça e dificuldades para dormir, é a Terapia Crânio Sacral , ela faz um relaxamento profundo da mente do corpo, muitos relaxam tão profundamente que adormecem durante a sessão e me relatam terem tido a sensação de que a dor de cabeça foi tirada com as mãos do terapeuta.

Outras técnicas como Shiatsu, massagens relaxantes e atividades físicas também são bem vindas.

Cada pessoa deve procurar a técnica e as atividades que mais aprecia, pode experimentar coisas novas, e ficar bem satisfeito com os resultados.
Procure também conversar, com amigos, colegas e até mesmo com novas pessoas que você conhece no dia a dia, nem que seja pelo telefone ou pela internet, mas o ideal é pessoalmente, o olho no olho, como se diz, isso ajuda a dessestressar.

O importante é procurar melhorar sua qualidade de vida, lembrando também que se alimentar corretamente, dormir bem e procurar se exercitar fazem parte desse processo.