Neste final de ano esta coluna homenageia a gloriosa corporação da PMPR (Polícia Militar do Estado do Paraná), devido aos relevantes serviços quem tem prestando tanto ao povo quanto ao estado do Paraná, na figura do Coronel Dulcídio, patrono do Regimento de Polícia Montada (RPMon).

Destaca-se que os policiais militares cumprem as missões constitucionais de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, sendo quase sempre os primeiros garantidores dos Direitos Humanos dos cidadãos. Pela relevância de seus trabalhos e para evitar solução de continuidade, devem ser evitados descompassos de ordem orçamentária, financeira ou administrativa.

Cândido Dulcídio Pereira foi militar do Exército Brasileiro e da Polícia Militar do Estado do Paraná. Nasceu em Curitiba no dia 22 de novembro de 1861, filho do capitão Cândido José Pereira e da senhora Cândida da Silva Pereira. Ainda criança mudou-se com a família para a Província do Pará.

Assentou praça em 3 de junho de 1878, como cadete, estudando na Escola Militar da Praia Vermelha, Rio de Janeiro, terminando seus estudos militares na Escola Militar de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Em 7 de janeiro de 1880 foi promovido a tenente e em 1893 a capitão. Casou-se, no Rio de janeiro, com Albertina Nogueira Pereira. Retornou ao Paraná e incorporou ao 8º Regimento de Cavalaria.

Em 29 de janeiro de 1891 foi promovido ao posto de coronel, como Comandante do Regimento de Segurança, atual PMPR.

Em 1893 esteve em frente da Revolução Federalista e da Revolta da Armada. O Coronel Dulcídio solicitou a duplicação do efetivo, com a criação do Batalhão Patriótico 23 de Novembro, colocando-se à disposição do Governo Federal […]. Participou da Expedição do Rio Negro, do Combate do Rio da Várzea e da epopeia do Cerco da Lapa.

O Regimento de Polícia Montada Coronel Dulcídio, unidade operacional mais antiga da PMPR, teve sua origem na seção de Cavalaria da Província do Paraná, instituída pela Lei nº 522, de 28 de junho de 1879.

Em agosto de 1966 a unidade recebeu este nome em homenagem ao bravo Coronel Dulcídio, nascido em Curitiba e morto heroicamente em um combate durante o Cerco da Lapa, em 8 de fevereiro de 1894. O RPMon é uma organização da PMPR, especializada no policiamento montado em cavalos no Estado do Paraná, bairro Tarumã, Curitiba, PR.

(Adaptado http://www.pmpr.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=27).

O atual comandante do RPMon é o Tenente-Coronel QOPM Elias Ariel de Souza, o ComandanteGeral da Polícia Militar do Paraná é o Coronel QOPM Péricles de Matos e o Secretário deEstado daSegurança Pública e PenitenciáriadoParaná é o Coronel do Exército Rômulo Marinho Soares.

Titular do Coluna Patriota Isaac escreveu para o Jornal do Rebouças 160 textos no período de 2018 a 2021. Era Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR e palestrante. Faleceu aos 66 anos, vítima da Covid-19.