Afinal, o que se passa agora no país? Analise tudo e retenha o que é bom.

O novo vírus chinês, que mata e desemprega, considerado arma biológica pelo Pentágono e CIA, disseminou-se pelo mundo. No Brasil esta crise expôs vulnerabilidades herdadas da ineficiência e da corrupção. Num dos governos anteriores houve um desvio de 242,4 bilhões da saúde brasileira (Google). Indubitavelmente, saquearam as riquezas do povo brasileiro.

Outras doenças no País matam mais do que a Covid-19, como: a gripe mata mais de 650 mil pessoas por ano por falta de prevenção; o Brasil tem 70 mil novos casos de tuberculose por ano (Jornal O Sul, 2018) […].

Ao todo 5.653 pessoas morrem de desnutrição no Brasil em 2017. Último dado disponível, segundo informações do Ministério da Saúde. Uma média de mais de 15 pessoas por dia. (Diário de Pernambuco, política, 19/07/2019).

Samsung fecha fábrica no Brasil por causa do coronavírus. Para seguir as restrições nacionais, empresa sul-coreana manterá sua filial em Manaus até domingo. (TechTudo, Mariana Borges, 24/03/2020) […].

O Coronavírus afeta um dos infectados. A fome afeta 100% dos famintos!

Existem análises da existência, neste ambiente de incertezas, de governos e prefeitos que exageraram, sem estudar minuciosamente a situação, após a Declaração de Estado de Emergência, fechando empresas e até rodovias e outras ações ilegais e inconstitucionais […]. Temos problemas de gestão.

Analistas apontam que isto pode ter sido por excesso de zelo ou para marcar território, faltando bom senso ao parar quase tudo.

Vazou no Youtube que chefes de poderes, governadores, parlamentares que agora votam à distância, junto com parte da mídia, estão procurando derrubar o presidente Bolsonaro…  Analistas apontam que se trata de uma disputa eleitoral antecipada, visando ao retorno do famigerado toma lá dá cá […]. A administração é ciência ou arte? Há um plano atrás disso tudo?

A guerra do futuro será a guerra das comunicações. A comunicação do governo Bolsonaro deve melhorar e controlar efetivamente a aparelhada Agência Brasil. É justo ficarmos ouvindo pessoas que foram omissas durante muito tempo e agora venham dizer o que temos que fazer?

Há indícios de que a corrupção está de volta devido à impunidade generalizada, num círculo vicioso de injustiça. Pipocam denúncias de que estão desviando dinheiro público, agora sem necessidade de licitação, destinado ao combate à pandemia. Estão nadando de braçada no superfaturamento de produtos e serviços. Acham que o povo é trouxa. […]. No porvir, poderá haver a Lava Jato da Covid-19.

Reflita: “Se você conhece o inimigo e a si mesmo, não tema o resultado de cem batalhas. Se se conhece, mas não ao inimigo, para cada vitória sofrerá uma derrota. Se não conhece nem o inimigo nem a si, perderá todas as lutas.” (A ARTE DA GUERRA, Sun Tzu).

Isaac Carreiro Filho
Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR, colunista e palestrante.