Os Símbolos Nacionais do Brasil foram definidos na Lei 5.700 de 1º de setembro de 1971. Além de estabelecer quais são os símbolos, esta lei também fez determinações sobre como devem ser usados, padrões e formatos, significados, etc. Estes símbolos são de extrema importância para nossa nação, pois representam o Brasil dentro e fora do território nacional.

BANDEIRA DO BRASIL: um dos Símbolos Nacionais do nosso país. Contém uma esfera azul, representando nosso céu estrelado, ao centro com a frase “Ordem e Progresso”. São 27 estrelas, representando os 26 estados e o Distrito Federal. Losango amarelo ao centro representando o ouro. Retângulo verde, representando nossas matas e florestas.

ARMAS NACIONAIS: No centro há um escudo circular sobre uma estrela verde e amarela de cinco pontas. O cruzeiro do sul está no centro, sobre uma espada. Um ramo de café está na parte direita e um fumo a esquerda. Uma faixa sobre a parte do punho da espada apresenta a inscrição “República Federativa do Brasil”. Numa outra faixa, abaixo, apresenta-se “15 de novembro” (direita) e de “1889” (esquerda). O uso do brasão é obrigatório pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e pelas Forças Armadas. Também estão presentes em todos os prédios públicos.

SELO NACIONAL: Usado para autenticar documentos oficiais e atos do governo. Usado também para autenticar diplomas e certificados emitidos por unidades de ensino reconhecidas. É representado por uma esfera com as estrelas (semelhante a da bandeira brasileira), apresentando a inscrição República Federativa do Brasil.

HINO NACIONAL: Composto por Francisco Manuel da Silva em 1822, durante a declaração de independência, o atual hino do Brasil só foi oficializado em 1890, por meio do Decreto nº 171. O Hino Nacional deve ser cantado e de pé; quem o ouve deve igualmente estar de pé, em atitude de respeito e deve estar em silêncio.

DIA DOS SÍMBOLOS NACIONAIS: No dia 18 de setembro o Brasil comemora o dia dos seus símbolos nacionais.  O Dia da Bandeira é comemorado no dia 19 de novembro, e o Hino Nacional, no dia 13 de abril.

Titular do Coluna Patriota Isaac escreveu para o Jornal do Rebouças 160 textos no período de 2018 a 2021. Era Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR e palestrante. Faleceu aos 66 anos, vítima da Covid-19.