O presente artigo visa a oferecer a oportunidade de apresentar possíveis soluções a quem quer economizar ou tentar equilibrar suas despesas domésticas neste momento difícil de pandemia, em que o cobertor parece cada vez mais curto.

Certamente que a pandemia do novo vírus chinês trouxe consequências desastrosas para a saúde e para a economia mundiais, dificultando as finanças e a vida dos cidadãos.

Para fazer face a esta situação, não adianta tapar o sol com a peneira: as pessoas devem lançar mão de produtos substitutos.

Produtos substitutos são aqueles que oferecem desempenho igual ou semelhante ao que se pretende substituir ou trocar por algum motivo: seja pelo alto preço, seja pela escassez ou qualquer outra dificuldade do momento.

O amido do arroz pode ser trocado pelo amido de uma massa, fubá, maisena, aveia, farinhas variadas, mandioca e outras raízes. Precisa-se de criatividade na cozinha para ser feita uma bela e nutritiva refeição. As donas de casa sabem perfeitamente que se deve comprar produtos ocasião, que ficam mais em conta. Parta para o made yourself.

O preço dos combustíveis está caro. Então, o uso do carro pode ser reduzido, utilizando a motocicleta, bicicleta, táxi de aplicativo ou mesmo se deslocando a pé. Quem quer substituir o gás de cozinha pode usar o gás encanado, fogão a lenha, que produz refeições saborosas. Pode ser usado fogão elétrico ou por indução, um pouco mais caro, cujo retorno do investimento pode durar cerca de 12 meses.

O óleo usado no preparo de alimentos pode ser substituído pelo vapor. Também podem ser usadas as panelas que não usam óleo.

Há pessoas, como os mórmons, que armazenam alimentos na dispensa, cuja melhor ocasião de adquiri-los é nas ofertas de varejo anunciadas pela mídia. Mas, exige dispender um valor razoável para a sua aquisição. Ou compre em quantidades um pouco maiores do que o normal e vá guardando. Não se esqueça de pechinchar.

O valor proteico da carne bovina, que está com o preço nas alturas para a maioria da população brasileira, pode ser substituído por outros tipos de carne, como: frango, outras aves, peixes, moluscos, crustáceos diversos, suíno, caprino, ovino, ovos, hamburgers, carne de caça e outros que julgar estar mais em conta. Pesque e cace.

Comer fora, com nesta pandemia, não é muito convidativo, embora possa ser feito, respeitando o distanciamento social e tomando medidas preventivas. Às vezes é mais barato comprar quentinha e compartilhar entre pessoas.

Como a vida nas cidades está cada vez mais cara, há pessoas migrando para o interior, vivendo uma vida mais simples e bucólica. Para quem pode, é uma opção interessante.

Há produtos substitutos para tudo, só não se pode substituir o homem e/ou a mulher pelas máquinas. Os(as) androides estão chegando e podem ser uma ameaça!

Isaac Carreiro Filho (em memória)
Titular do Coluna Patriota Isaac escreveu para o Jornal do Rebouças 160 textos no período de 2018 a 2021. Era Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR e palestrante. Faleceu aos 66 anos, vítima da Covid-19.