Artigo em homenagem aos leitores desta coluna que poderão fazer uma retrospectiva mais completa nos artigos publicados.

Inconformada com as eleições de 2018, a oposição vive contando lorota ao invés de aproveitar para apresentar alternativas e fazer uma oposição mais responsável. Sapeca, vive malandramente de fake News: “Eu não vou enganar o povo mais uma vez.” (Lula).

Após a aprovação da Reforma da Previdência a impressão que deu é que as outras reformas iriam andar.

A partir de escutas e grampos telefônicos, o Intercept Brasil, junto com Glennn Greenwald, buscava provas contra a Lava Jato e Sergio Moro […].

A pandemia, que criou uma crise de contornos desafiadores, foi politizada desde o início. Ao invés de adotar uma política de proteção aos mais vulneráveis, a frente obscurantista quer quebrar o Brasil, com a falsa ciência do lockdown.

Viram-se atitudes restritivas das liberdades individuais, sem comprovação científica, imprensa funerária e militante, provocando medo, desconhecimento, ignorância e desemprego.

Jane Fonda disse: “Covid é um presente de Deus para a esquerda.” Ativistas políticos, que só pensam no poder, engrossam o coro da turma do quanto pior, melhor. “Graças a Deus apareceu a pandemia.” (Lula).

Importam o que acontece lá fora como a xenofobia e a discriminação racial. O oportunismo de muitos, que querem impor uma agenda política e ideológica, não tem limites. Porque os negros bem-sucedidos não ajudam os demais?  “Não existe racismo no Brasil.” (Mourão).

As queimadas e o desmatamento trouxeram à tona a questão da cobiça internacional. O Brasil é o país que mais preserva as florestas. A Amazônia tem preservada 84% da cobertura original. Devemos defender a política ambiental brasileira. Paulo Coelho pediu que os países apliquem sanção contra o país, contra o governo e o povo brasileiro.

Enquanto o funcionalismo ficará sem reajuste no biênio, houve aumento do bolsa família, inclusive com 13º, concessão em massa do auxílio emergencial. […].

Devido à pandemia, empresários, políticos e governadores estão vendendo terras e empresas brasileiras aos estrangeiros a preço de banana. Ameaçando todo mundo, a ditadura chinesa continua de pelo liso.

Mais uma vez, o crescimento econômico, a liberdade e a prosperidade nacionais dependem da vontade política.

Parabéns ao governador Ratinho Júnior e ao Deputado Ademar Traiano, presidente da ALEP, e equipes pelo foco na gestão e no planejamento, levando o Paraná a atingir excelente posição no ranking nacional.

Agradeço aos leitores, em especial ao Cônsul do Senegal Ozeil Moura Santos, Cônsul da Costa Rica Sergio Levy, Joel Lobo, presidente do Lions, Dr Deltan Dallagnol, Cel Péricles de Matos, Comandante da PMPR, Cel Mário Ventura, presidente do MMDC e demais autoridades.

Reflexão: “Seja bom e correto, mesmo que ninguém esteja olhando.” (Leandro Karnal).

Isaac Carreiro Filho
Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR, colunista e palestrante.