Como vai dar tudo certo?

Muito bonito ver na TV o incentivo à população ficar em casa, frente à pandemia gerada pelo novo vírus chinês, como se todas as pessoas tivessem as mesmas condições de igualdade social, excelentes condições financeiras, em suas mansões com sauna, piscina, quadras de esporte, academia e personal trainer, sítios, fazendas, spa, médicos particulares, pedindo remédio e comida pelo aplicativo. Quarentena para rico é férias, para pobre é sobrevivência. […].

A adoção de medidas restritivas deveriam ser melhor estudadas, planejadas as condições locais, respaldadas em pesquisas sérias e não em projeções catastróficas… Por ora, pode-se afirmar que o lockdown, sem comprovação científica, não deu certo em lugar nenhum. Porque só isolamento e não distanciamento social? Qual o horizonte?

Esta calamidade trouxe à tona vulnerabilidades preexistentes no país, como o combate à corrupção, raiz das mazelas brasileiras e a dependência de produtos Made in China.

Um amigo já dizia que onde menos se espera aí que não vem nada, expressão que não concordo plenamente, pois há controvérsias.

Saudações a todos os profissionais de saúde e com a saúde, incluindo a participação das Forças Armadas e Auxiliares que sempre estão na linha de frente, assim como as pessoas, físicas e jurídicas, que estão contribuindo com distribuição de EPI, gêneros alimentícios, até para os bravos caminhoneiros […].

Importante lembrar a Palavra de Deus quando diz “Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.” (Salmos 30:5), dando esperança de dias melhores às pessoas, ao contrário da mídia alarmista e funerária.

O que se propõe aqui nesta coluna são algumas sugestões que podem ser apropriadas pelos governos como indutores e acelerados da retomada do desenvolvimento nacional.

Com tanta queda de água dos temporais, será que não se tem uma maneira de armazenar e tratar tamanho manancial para os tempos de escassez? Que tal a dessalinização da água do mar?

Há muitos raios e relâmpagos na atmosfera terrestre. Será que se pode desenvolver uma tecnologia capaz de armazenar esta energia, como por meio de edifícios capacitores?

Uso intensivo da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações na retomada da economia e da educação […].

A sociedade precisa voltar a funcionar, precisamos recomeçar a trabalhar, ter emprego e renda para combater a epidemia da pobreza que mata mais do que qualquer vírus. O vírus pode matar 3% já a fome mata todos. “Vai dar tudo certo, se a gente colocar a nossa fé em ação”, para nada dar errado. “Se nada der errado, vai dar tudo cero.” (Cícero).

Reflita: “Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar.” (Josué 1:9).

Isaac Carreiro Filho
Tenente-Coronel do Exército Brasileiro, bacharel em Ciências Militares pela AMAN, bacharel em Administração pela UFSM, especialista em Comunicações pela EsCOM, Mestre em Operações Militares pela EsAO, extensão em Política e Estratégia pela ADESG, Análise e Desenvolvimento de SI Gerenciais pelo ISPG, Curso Livre em Teologia pelo ITQ Água Verde, patriota da LDN-PR, colunista e palestrante.