A tarde chuvosa de domingo (02) foi de vitória coxa-branca fora de casa. O Verdão ficou atrás no placar duas vezes e foi atrás e virou a partida contra o Londrina, válida pela quinta rodada do Campeonato Paranaense.

Com o resultado o Coxa segue a sequência sem perder no estadual, e agora terá a primeira semana cheia de trabalho desde o início dos jogos. O Verdão volta a jogar em casa, contra o CE União, no sábado (08), às 17h.

O jogo

Como já havia adiantado, o treinador Eduardo Barroca colocou o Coritiba novamente em campo com modificações ainda dando rodagem no elenco e analisando as condições de cada atleta. Assim, Alex Muralha, Natanael, Sabino, Rafael Lima, William Matheus, Matheus Bueno, Renê Junior, Thiago Lopes, Ruy, Wellissol e Sassá começaram jogando.

Quando a bola rolou, um jogo como o esperado: com bastante disputa e chances de gols para os dois lados. Tanto que o primeiro tempo terminou empatado, mas não com o placar zerado.

O Londrina empurrado pelos torcedores presentes foi para cima do Coxa e teve as primeiras chegadas com perigo do jogo. Mas aos poucos o Verdão foi achando também o seu espaço e fazendo seu jogo.

Quem abriu o placar foi Junior Pirambu, do Londrina, aos 25’. O Coxa, por sua vez foi atrás do empate. Ele saiu aos 34’, com Ruy, o reestreante do dia com a camisa coxa-branca, que chutou da entrada da área e a bola desviou para morrer nas redes.

Aí foi a vez do Londrina ficar na frente do placar novamente, aos 39’, e novamente com Junior Pirambu. O árbitro assinalou mais três minutos de acréscimo e o Coxa foi para cima querendo deixar tudo igual novamente. Primeiro, Wellissol tentou o domínio na área, mas a zaga londrinense ficou com a bola.

Então, aos 47’, Matheus Bueno sofreu uma falta pertinho da área. Chance para o Verdão empatar! E foi: Ruy mandou um belo chute para o gol, fazendo o segundo dele no dia.

Para o segundo tempo, o Coxa conseguiu a virada. Podia ter sido aos nove, após cruzamento de William Matheus e cabeceio de Sassá, mas o goleiro Matheus Albino defendeu no susto. Mas foi mesmo aos 12’, quando Sassá sofreu pênalti e foi para a cobrança. O camisa 99 parou com estilo e fez o primeiro dele com a camisa coxa-branca.

Barroca então promoveu as mudanças no Coxa durante o decorrer do segundo tempo, com as entradas de Rodolfo Filemon, Igor Jesus e Caetano, nos lugares de Sabino, Ruy e Thiago Lopes.

O Coxa controlou o placar e o jogo até o apito final do árbitro, mesmo com os seis minutos de acréscimo e a pressão do Londrina até o fim.