Você já parou para observar como anda sua respiração? Não? Então saiba que esse ato involuntário tem grande importância para sua saúde e bem-estar. A maneira correta é feita pelo nariz e quando você respira pela boca (também chamada de respiração oral) pode sofrer diversos problemas, tais como, desgaste das vias respiratórias – que ficam mais frágeis; alterações na face e na dentição; além de problemas relativos ao sono que comprometem a qualidade de vida. Essa condição se torna ainda mais grave porque, muitas vezes, as pessoas acabam se acostumando com ela e deixam de procurar um tratamento adequado e o que poderia ser resolvido de forma simples vira um verdadeiro transtorno.

As causas da respiração oral podem derivar de diferentes problemas de saúde, sendo os mais comuns: Desvio de septo nasal; Rinites alérgicas; Sinusites crônicas ou agudas e Hipertrofia da adenoide, principalmente em crianças.

Consequências da respiração pela boca

  1. Fragilidade das vias respiratórias: Quando respiramos pela boca, perdemos a segurança que as vias nasais oferecem. Afinal, o nariz é uma barreira que retém as partículas pequenas de modo muito eficiente, além de tornar o ar mais úmido, aquecido e adequado à passagem pela faringe, laringe e traqueia.
    Por outro lado, a respiração oral permite a passagem de impurezas e micro-organismos, o que torna nossas vias respiratórias mais expostas a diversas infecções, como amigdalites e faringites.
  2. Alterações faciais e má oclusão dentária A respiração bucal altera o posicionamento da língua, causando distúrbios na deglutição e maior flacidez da musculatura da face. Quando isso ocorre com crianças, elas podem sofrer deformidades nos ossos da face e da arcada dentária, causando a má oclusão – ou seja, os dentes não fecham corretamente.
  3. Ronco e apneia do sono Devido às alterações faciais causadas pela respiração oral, o nariz tende a obstruir-se durante o sono, contribuindo para o problema de ronco e apneia
  4. Cansaço frequente: Pelas razões já descritas, a respiração pela boca pode provocar sensação de desconforto durante o dia, assim como um sono ruim durante a noite. O resultado dessa combinação pode ser um cansaço contínuo.
  5. Mau hálito:  O ato de respirar pela boca provoca o ressecamento e a descamação excessiva de células da mucosa bucal. Essa descamação, por sua vez, serve de alimento para as bactérias que causam o mau hálito. 

O diagnóstico precoce e o tratamento das causas que levam à respiração oral é o melhor caminho para prevenir os problemas desencadeados pela situação. Converse com o seu médico.

Dr. Fernando Mariano
Médico especialista em Otorrinolaringologia e Medicina do Sono. Medicina Universidade Federal do Paraná (UFPR). Residência Médica em Otorrinolaringologia no Hospital de Clínicas da UFPR. Fellowship em Cirurgia Plástica de Face no Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (IPO). Titulo de Especialista em Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial pela Associação Médica Brasileira. Título de Especialista em Medicina do Sono pela Associação Médica Brasileira. Mestrado em Cirurgia pelo Hospital de Cllínicas da UFPR. Membro da International Surgical Sleep Society.