14.7 C
Curitiba
quarta-feira, 24 julho 2024

Dia D: Estado vai apoiar municípios na mobilização contra a dengue neste sábado

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), com o apoio do Comitê Estadual Intersetorial de Controle da Dengue, e os municípios estarão mobilizados para o combate à dengue neste sábado (2), no chamado Dia D de combate ao mosquito. As ações vão focar na prevenção e eliminação dos focos de Aedes aegypti. A Sesa, por meio das 22 Regionais de Saúde, solicitou a adesão de todas as prefeituras para ajudar a controlar a situação epidemiológica da doença. Equipes da pasta vão participar de mobilizações em diversas cidades.

A proposta é a ampla divulgação e desenvolvimento de ações educativas em praças e vias públicas em todos os municípios, visando a adesão dos paranaenses na atividade semanal de verificação de seu domicílio e local de trabalho, além do cuidado com o ambiente público na manutenção da limpeza urbana e destinação correta do lixo, já que mais de 75% dos criadouros do mosquito são passíveis de remoção e eliminação.

A principal mensagem do Dia D de Combate à Dengue é reforçar a prevenção, que cabe a todos. A responsabilidade da eliminação e remoção mecânica dos criadouros é coletiva.

“Conto com a colaboração e apoio de todos em uma força-tarefa de prevenção e cuidado. Estamos nessa batalha diariamente, monitorando e acompanhando a situação no Estado, mas neste sábado, em especial, pedimos que dediquem um tempo do dia para olhar o seu espaço, sua casa ou quintal e eliminar o que possa servir de criadouro do mosquito”, alertou o secretário de Estado Beto Preto.  

DADOS – Até esta terça-feira (27), foram notificados 155.500 casos de dengue no Paraná, com 58.567 confirmados e 23 óbitos no período sazonal 2023/2024. A Sesa monitora a incidência diariamente e por semana epidemiológica, dando orientação aos municípios nas ações e ofertando treinamentos para técnicos de saúde. 

Nesta quarta-feira (28), aconteceu a terceira reunião do Comitê Intersetorial de Controle da Dengue. Ele foi criado em 2019 com o objetivo de implementar ações de mobilização para a intensificação do combate à doença. É composto por 13 secretarias, autarquias e órgãos do Governo do Estado, representantes do Conselho das Secretarias municipais de Saúde (Cosems-PR) e entidades da sociedade civil organizada.  

“Neste momento, em que o Paraná e seus municípios sofrem com o aumento expressivo dos casos de dengue, é muito importante que todos estejam muito atentos aos sintomas. E em caso de febre alta, dores nas articulações e atrás dos olhos, manchas vermelhas pelo corpo, procure um serviço de saúde”, alertou a diretora de Atenção e Vigilância da Sesa, Maria Goretti David Lopes.  

“O atendimento logo nos primeiros sintomas é fundamental para evitar que a doença se agrave. Não tome remédios por conta própria sem uma avaliação do serviço de saúde”, complementou.   

DIA D – A mobilização do Dia D vai acontecer em todo o Brasil. O tema é “10 minutos contra a dengue”, que representa uma convocação para cuidado perto de casa. 

Segundo o governo federal, desde o início de 2024 foram notificados 991.017 casos suspeitos de dengue no País, principalmente nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com 207 óbitos confirmados e 674 em investigação. Atualmente, 17 unidades da federação estão com incidência de dengue 1 em níveis acima do esperado histórico. Dessas, 15 estão com tendência crescente e espera-se que essa tendência persista pelo menos até o final de março. 

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 121 | JULHO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS