Brasil leva 34 autores à maior feira literária da França

O Ministério das Relações Exteriores levará 34 autores brasileiros à 37ª edição do Salão Livro de Paris, que começa nesta sexta-feira (24), em Paris. O evento é a maior feira literária da França e, este ano, conta com participação de três mil escritores do mundo inteiro.

O Brasil conta com estande ao lado do pavilhão de honra do Marrocos – país homenageado nesta edição. Representantes brasileiros participam das atividades, oficinas e debates do evento, pelo qual devem circular cerca de 150 mil pessoas.

Em 1998 e em 2015, o Brasil foi convidado de honra da feira. Nenhum outro país recebeu o mesmo convite duas vezes. Na primeira vez, 38 autores estiveram presentes e, em 2015, foram 48 artistas brasileiros oficialmente convidados. Desde 2012, o País participa todos os anos do Salão Livro.

Conexão Brasil-França

Na avaliação do secretário de Economia da Cultura do Ministério da Cultura, o Salão do Livro de Paris é uma das feiras literárias mais importantes que o Brasil participa.

“Em 2015, tive a honra de participar do Salão como presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL) quando o Brasil foi homenageado. De um modo geral, nossos autores têm uma boa circulação no mercado francês”, afirmou Bassit, que foi diretor executivo da Câmara Brasileira do Livro por seis anos.

Para o secretário, o programa de bolsa tradução da Fundação Biblioteca Nacional (FBN) – instituição que assegura a publicação de vários conteúdos nacionais em diversos idiomas, inclusive o francês – é um dos principais responsáveis pela difusão da produção literária brasileira no exterior.

“As bolsas facilitam a comercialização dos livros no mercado francês, o que ajuda a popularizar nossa literatura. Hoje, não raro, encontramos muitos estudantes franceses estudando Letras-Português”, ressalta.