As aulas presenciais na rede municipal de ensino de Curitiba estão suspensas pelo menos até o dia 2 de julho, conforme o Decreto número 580, publicado no Diário Oficial do Município de 30 de abril.

Na semana passada, o prefeito Rafael Greca já havia anunciado que o retorno do atendimento presencial em escolas e creches poderia ser retomado apenas em julho ou agosto, conforme a evolução da pandemia do coronavírus na cidade.

A data exata de retorno às aulas – que estão suspensas desde 23/3 – dependerá do número de transmissões na capital do Estado. A volta às escolas já foi adiada duas vezes, com base nas orientações das autoridades sanitárias.

A rede municipal tem cerca de 145 mil estudantes, em 185 escolas, 230 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e 95 creches contratadas.

Videoaulas

Neste período de isolamento, crianças e estudantes têm acompanhado as videoaulas preparadas pela Secretaria Municipal da Educação, pela TV ou no Canal TV Escola Curitiba no YouTube.

A TV Escola Curitiba iniciou as atividades dia 13/4, com conteúdos dos componentes curriculares, conforme o currículo da Secretaria Municipal da Educação. O canal soma 44,5 mil inscritos e mais de 2,4 milhões de visualizações.

Estão disponíveis propostas da educação infantil e videoaulas de matemática, língua portuguesa, robótica, geografia, educação física, arte, ciências, história, ensino religioso, literatura, direitos humanos e família, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Aos sábados, as aulas são com adaptações metodológicas e tradução em Libras.

As aulas são preparadas pela equipe técnica da Educação e estão disponíveis pelo canal 9.2 da TV Paraná Turismo, das 8h às 21h, e no YouTube (canal TV Escola Curitiba). 

No YouTube, as aulas estão catalogadas por componente curricular (matemática, história, por exemplo) e ano, basta acessar o canal e assistir à aula.