Câmeras e presença da Guarda Municipal ajudam a diminuir roubos nos ônibus

O número de roubos no transporte coletivo de Curitiba caiu nos últimos dois anos. Em 2017 foram registrados 1.678 roubos no transporte coletivo e em 2018 o número diminuiu para 1.113 – uma queda de 33%.Nos primeiros dois meses de 2019, a queda foi maior ainda: 53% em relação ao mesmo período de 2018.

Os dados correspondem ao número de boletins de ocorrência registrados pelos cobradores e motoristas e acompanhados pela Urbs (Urbanização de Curitiba S/A).

A queda continua neste ano. Em janeiro e fevereiro foram 131 ocorrências, 53% a menos que os 201 registros no mesmo período de 2018. E em relação aos dois primeiros meses de 2017, a queda é mais considerável ainda, de 181%.

Para o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, a queda dos roubos está diretamente relacionada às ações da Guarda Municipal e também às novas câmeras de segurança dos ônibus. “A Guarda intensificou as operações no transporte e além disso, a presença de câmeras de monitoramento nos novos ônibus entregues desde 2017 reforçam a segurança”, disse.

Por dia, as 250 linhas do transporte urbano da cidade fazem 14.400 viagens.

Câmeras e Guarda Municipal

A nova frota de 208 ônibus conta com câmeras de monitoramento. Cada modelo de veículo tem um número de equipamentos suficiente para registrar toda movimentação do interior dos ônibus.

Nos biarticulados, por exemplo, são oito câmeras em cada ônibus, e nos modelos comuns, mais curtos, quatro câmeras. As imagens ficam armazenadas no Centro de Controle e Operações da Urbs, à disposição das autoridades.


Roubos no transporte coletivo de Curitiba

2018: 1.113         

2017: 1.678       

Comparativo entre janeiro e fevereiro

2017: 369

2018: 201

2019: 131