13.7 C
Curitiba
quarta-feira, 24 julho 2024

Censo 2022 coloca Curitiba como melhor capital em coleta de lixo e em saneamento básico para todos os grupos sociais

Curitiba é a melhor capital brasileira em coleta de lixo e também a melhor capital do país em saneamento básico para todos os grupos sociais, segundo dados do Censo Demográfico 2022 divulgados nesta sexta-feira (23/2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Curitiba atende com coleta de lixo 99,86% de sua população, de acordo com o Censo 2022. Na sequência aparecem: Florianópolis (SC) com 99,83%, Goiânia (GO) com 99,78%, Vitória (ES) com 99,74%, São Paulo (SP) com 99,72%, Fortaleza (CE) com 99,62%, Aracajú (SE) com 99,62%,  Belo Horizonte (MG) com 99,48%, Porto Alegre (RS) com 99,46% e Natal (RN) com 99,34%.

Além da coleta do lixo comum, a capital paranaense se destaca pela coleta de recicláveis, feita porta a porta em todo o território do município. 

Curitiba também é a capital com o maior acesso à coleta de esgoto por todos os grupos sociais, segundo dados do Censo Demográfico 2022. Na capital paranaense, 99,6% dos amarelos são atendidos pela coleta de esgoto. Entre a população branca, em Curitiba, são 98,9%; pretos, 97,9%; pardos, 97,7%; e indígenas, 97,2%. 

Além disso, Curitiba é a terceira capital brasileira com maior acesso à coleta de esgoto, segundo dados do Censo Demográfico 2022. Com 97,17% de coleta, a capital paranaense só fica atrás de Vitória (ES), com 99,76% de esgoto adequado, e de  Belo Horizonte (97,23%).

Os dados sobre saneamento e coleta de lixo do Censo 2022 podem ser consultados no site do IBGE.

“Os números do Censo do IBGE comprovam o que os curitibanos já sabem. Curitiba é a melhor capital brasileira em coleta de lixo e a capital do país mais democrática em coleta de esgoto, com o processo já universalizado, atingindo acima de 98% dos moradores. Nossa coleta de resíduos também chega em todas as regiões da cidade, inclusive com o Lixo que não é Lixo”, afirmou o prefeito Rafael Greca. 

Em Curitiba, todo o esgoto coletado é tratado.

Bem acima da média nacional

De acordo com o Censo 2022, a média nacional de acesso à rede de coleta de esgoto é de 62,5%. Esse índice era de 44,4% em 2000 e de 52,8% em 2010. 

O Novo Marco Legal do Saneamento (Lei nº 14.026), de 15 de julho de 2020, estabeleceu o ano de 2033 como prazo para que todos os municípios brasileiros atendam 99% dos moradores com serviços de água potável e ao menos 90% com coleta e tratamento de esgoto. 

Curitiba já conta com 99,52% dos moradores com acesso à água potável.

A secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, afirmou que o trabalho continua sendo feito para a capital seguir avançando. “Curitiba não para, apesar dos bons índices continuamos investindo para cumprir as metas do nosso Plano Municipal de Saneamento Básico, que tem, entre os objetivos, a substituição de redes antigas de água e esgoto”, disse Marilza. 

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 121 | JULHO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS