15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Com mais equipamentos, colégios estaduais se preparam para volta às aulas, na próxima segunda-feira

Os 2,1 mil colégios da rede estadual do Paraná se prepararam, ao longo de toda esta semana, para o início das aulas, que acontece na próxima segunda-feira (6). Para começar o ano letivo, o Governo do Estado investiu em mobiliário (112 mil novas carteiras já começaram a ser entregues) e também em infraestrutura tecnológica, com a compra de 77.300 equipamentos de informática, incluindo desktops, notebooks e kits de robótica.

Além disso, já começou a entrega da primeira remessa de alimentos não perecíveis da merenda escolar e também acontece, até o fim do mês, a entrega de 340 novos ônibus para transporte escolar. As aquisições têm o objetivo de garantir que o estudante tenha todas as condições necessárias para aprender.

“Todo esse investimento é para trazer condições de trabalho para os nossos professores e de aprendizagem para os estudantes”, afirma o secretário estadual da Educação, Roni Miranda. “Neste ano, também vamos continuar investindo nas plataformas educacionais — de leitura e lição de casa, que são novas, além das que já existiam, como as de redação e inglês”.

No Instituto de Educação do Paraná Professor Erasmo Pilotto, em Curitiba, os funcionários estão ocupados com a limpeza dos ambientes escolares e a organização do material didático e mobiliário. A escola recebeu novos armários, além de 32 carteiras em formato de trapézio, um novo modelo que permite a organização das turmas em forma de círculo ou de meia-lua, por exemplo.

As novas carteiras foram instaladas em uma sala que será utilizada para aulas de Artes. Essa organização faz parte de um novo sistema aplicado a partir deste ano, no Instituto, para os estudantes da educação em tempo integral: o de salas temáticas. Agora, haverá algumas salas específicas para cada área do conhecimento. Assim, os alunos é que trocarão de sala de aula nos intervalos, não mais os professores.

“A turma se movimenta mais. Isso faz com que o período de 9 horas dentro da escola se torne mais leve. Essa dinâmica também estimula a responsabilidade, a autonomia. É muito interessante pedagogicamente”, diz a diretora do colégio, Marcia Murbach.

PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO – Nestas quinta e sexta-feira (2 e 3), acontecem os dias de estudo e planejamento. Esse é um período destinado para que os profissionais da educação se preparem e planejem as ações do semestre. “É um momento de integração, de vínculo, de fortalecer essas relações, para começar o ano com tudo o que ele precisa — com o pé direito, com estudo e muito trabalho”, ressalta a diretora.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS