Após quase dois anos longe do público, por causa da pandemia da covid-19, a Orquestra à Base de Corda (OABC) volta a se apresentar ao vivo neste fim de semana. No palco da Capela Santa Maria, o grupo mantido pela Fundação Cultural de Curitiba faz dois concertos de lançamento do novo álbum: Orquestra à Base de Corda Interpreta Compositores de Curitiba. 

O terceiro álbum da orquestra é todo inspirado no legado de músicos de origens e formações diversas que atuaram em Curitiba em diferentes épocas, de variadas estéticas e estilos musicais. Na semana passada, o grupo fez um lançamento on-line, em uma live no YouTube.

As apresentações ao vivo serão nesta sexta-feira (20/5), às 20h, e no sábado (21/5), às 18h30. Os ingressos estão à venda pela plataforma Minha Entrada.

Nos concertos, a OABC executará as 12 faixas do novo álbum, que começou a ser construído em 2017 e se materializou em arranjos inéditos para compositores conhecidos e também nunca gravados antes.

“Temos nesse trabalho quase um século de produção musical curitibana, de compositores nascidos ou não na cidade, mas que que de alguma forma contribuíram muito para a criação e difusão da música na capital paranense”, destaca João Egashira, maestro e violonista da OABC.

Nesse novo trabalho, o público pode conferir interpretações para obras de Benedito Nicolau dos Santos (1878-1956) e de Osiel Fonseca (1975-2008) ou ainda as mais recentes composições dos atuais integrantes da OABC como Renan Bragatto, Julião Boêmio e Egashira.

O novo CD da OABC traz no encarte uma breve biografia de cada compositor que empresta músicas para o álbum. O curitibano Benedito Nicolau dos Santos, por exemplo, foi regente, crítico de arte, teatrólogo e professor. Dedicou-se ao violão e ao violoncelo, foi amigo e influenciador de Heitor Villa-Lobos. 

Fruto de pesquisa musical

O ponto de partida do novo álbum foi uma pesquisa do músico Tiago Portella, feita em 2012 com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. “Ele foi atrás das famílias, de partituras, biografias, compilou tudo”, disse Egashira.

A esse passado musical curitibano, a OABC juntou composições atuais de músicos integrantes do grupo e tudo isso será apresentado ao vivo, nos dois concertos deste fim de semana.

A Orquestra de Corda de Curitiba

A Orquestra à Base de Corda foi criada em 1998 e é mantida pela Prefeitura de Curitiba. Dedicada à pesquisa e à divulgação da música brasileira, a OABC já se apresentou em importantes festivais e eventos como: Instrumental Sesc Brasil (SP), 8º Festival Brasil Instrumental de Tatuí, Acorde Brasileiro (RS), Virada Cultural (SP), Projeto Unimúsica (RS), Festival de Orquestras Populares (DF), Oficina de Música de Curitiba e Festival de Inverno de Antonina. 

Durante esse período, o grupo já se apresentou ao lado de grandes nomes como Paulinho da Viola, Dominguinhos, Lenine, Zeca Baleiro, Mônica Salmaso, Elza Soares, Diogo Nogueira, Martinho da Vila, Renato Borghetti, Paulinho Moska.


Serviço: Orquestra à Base de Corda apresenta Compositores de Curitiba

Data: sexta-feira (20/5), às 20h, e sábado (21/5), às 18h30
Local: Capela Santa Maria Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273)
Ingressos