Terminou a fase de grupos da Conmebol Libertadores 2019. Nesta quinta-feira (9), o Athletico Paranaense foi até Buenos Aires para enfrentar o Boca Juniors, pela sexta rodada. O duelo na Bombonera terminou 2 a 1 para os argentinos.

Marco Ruben abriu o placar para o Furacão. O Boca empatou em um gol irregular. Aos 34 minutos, o Rubro-Negro ficou com um jogador a menos, após a expulsão de Wellington. E o time argentino conseguiu a virada aos 50 minutos, com gol de Tévez.

O Furacão já estava garantido nas oitavas de final da competição. Com o resultado, a equipe fica na segunda colocação do Grupo G, com nove pontos.

O Jogo

Com a Bombonera lotada e apoiado pela torcida, o Boca Juniors tentou uma pressão inicial. A primeira boa chance veio aos 11 minutos. Após cruzamento da direita, Benedetto tentou de letra. Santos, bem colocado, encaixou a bola.

No ataque seguinte, o Furacão chegou pela esquerda. Renan Lodi cruzou rasteiro e o goleiro defendeu, antes de a bola chegar nos atacantes athleticanos.

Aos 28 minutos, o Rubro-Negro ficou com a bola e foi tocando até chegar ao ataque. Rony tabelou com Lucho e tentou o chute. A bola saiu rasteira, para a defesa de Andrada.

Bem na partida, o Furacão chegou mais uma vez com perigo, aos 39 minutos. Rony fez jogada individual pela esquerda, ganhou da marcação e tocou para Lucho. Da entrada da área, o meia tentou chute, que saiu por cima.

O panorama da segunda etapa seguiu o mesmo, com as duas equipes marcando bem e buscando o ataque. Aos dois minutos, Nikão arriscou de longe e o goleiro Andrada fez a defesa, em dois tempos.

Aos 16 minutos, foi a vez dos argentinos. Zárate recebeu na esquerda e chutou cruzado. A bola foi pelo lado de fora.

Mas o primeiro gol foi rubro-negro. Aos 20 minutos, Nikão cobrou falta da esquerda, a bola passou por toda a área e chegou no artilheiro. De peixinho, Marco Ruben cabeceou com o gol aberto, abrindo o placar na Bombonera!

Seis minutos depois, o Boca chegou ao empate. Cruzamento da esquerda, que Lisandro López, em posição irregular, aproveitou e finalizou de primeira. Santos ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Aos 34 minutos, o Athletico ficou com um jogador a menos. Wellington fez falta em Tévez e recebeu o cartão vermelho direto.

O Boca foi ao ataque, pressionando o Furacão. Aos 42 minutos, Nández marcou de cabeça, mas o gol foi anulado, por impedimento.

No último minuto da partida, Tévez aproveitou rebote na entrada da área, chutou forte e virou o placar em Buenos Aires.