O Coritiba venceu o Red Bull Bragantino por 2×1 na tarde deste domingo (23), no estádio Nabi Abi Chedid. A vitória de virada veio com os gols de Sabino e Robson. Com o resultado, o Coxa somou os primeiros pontos no Brasileirão e agora terá pela frente uma semana cheia de trabalho até enfrentar o Sport, no próximo domingo, no Couto Pereira.

Em seu próximo compromisso, o Coxa já terá o comando da nova comissão técnica, liderada pelo treinador Jorginho, que retornou ao clube após as definições de alteração do Departamento de Futebol.

O jogo

Com Mozart à frente da equipe de maneira interina, o Coritiba foi a campo com Wilson, Patrick Vieira, Sassá, Rhodolfo, Sabino, William Matheus, Matheus Bueno, Matheus Sales, Matheus Galdezani, Robson e Neilton.

Após o apito inicial, o jogo começou bastante truncado, mas já com uma jogada bonita aos seis minutos, quando Sassá deu uma caneta em Matheus Jesus, mas a sequência da jogada foi com defesa do goleiro do RB Bragantino. Aos 15’, Wilson e Rhodolfo deram um susto na torcida coxa-branca trocando passes na pequena área.  

Mas a emoção começou mesmo já nos últimos minutos do primeiro tempo. Aos 44’, o Red Bull Bragantino abriu o placar depois de um contra-ataque certeiro. No minuto seguinte, Sassá foi derrubado na área e o pênalti foi marcado para o Coxa. Fabrício Bruno foi expulso da partida. Sabino foi para a cobrança e, com muito estilo, mandou para as redes deixando tudo igual no placar.

Para o segundo tempo, o Coritiba voltou com a mesma formação, mas querendo a primeira vitória alviverde na competição. Aí, Robson marcou o segundo gol alviverde, virando a partida. A jogada começou com Sabino, que passou para William Matheus e Robson mandou de primeira para as redes.

Com um a mais em campo, o Coxa tentava fazer mais. Aos 20’, Neilton ficou cara a cara com o goleiro, mas a arbitragem assinalou o impedimento na jogada. E aos 25’, Sabino fez mais um, mas a arbitragem anulou, marcando mais um impedimento. Mozart realizou todas as substituições no Coxa. Entraram Luiz Henrique, Jonathan, Igor Jesus, Wellissol e Rodolfo Filemon, nos lugares de Matheus Bueno, Patrick Vieira, Sassá, Robson e Matheus Galdezani.