Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O Dia Nacional do Enólogo é comemorado neste sábado (22). O profissional, visto como o responsável por degustar e indicar os melhores vinhos e suas combinações com comida, também é responsável por estudar todo o processo de produção da bebida.

O processo de produção do vinho e a degustação da bebida impulsionam roteiros turísticos pelo Brasil. Em São José dos Pinhais (PR), por exemplo, os turistas podem aproveitar o roteiro Caminho do Vinho composto por nove vinícolas, quatro cafés coloniais, nove restaurantes e doze chácaras de lazer e eventos.

Durante o passeio, os turistas também podem conhecer a história local e ter contato com a riqueza cultural preservada pelos descendentes dos imigrantes europeus que chegaram ao País no período colonial.

Uma das opções para aproveitar o roteiro é o passeio Linha Turismo, conduzido pela guia especializada em turismo rural, cultural e ecoturismo, Rosana Juliatto Pissaia. “Ao conhecer o processo de produção do vinho, o turista dá maior credibilidade ao produto e se sente mais confortável para degustar e adquirir a bebida”, afirma.

Na região turística do Vale do São Francisco, o município de Casa Nova (BA) é um dos destinos que atraem os turistas pela prática do enoturismo. O processo de produção do vinho pode ser contemplado nas grandes fazendas de uva que se destacam nas paisagens da cidade.

No Rio Grande do Sul, a degustação da bebida e seu processo de produção, além do contato com a cultura dos imigrantes italianos que chegaram no Brasil no período colonial, são os principais atrativos dos roteiros turísticos Caminhos da Colônia, em Caxias do Sul e Flores da Cunha, e Caminhos de Pedra, no município de Bento Gonçalves.

Assim como o Caminho do Vinho, esses dois roteiros fazem parte do programa Talentos do Brasil Rural, desenvolvido pelo Ministério do Turismo em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário em 2009, para promover os produtos e serviços da agricultura familiar no turismo brasileiro.

Entre os roteiros do programa em que os viajantes podem fazer a degustação do vinho também destaca-se o Agroturismo em Gramado. Durante o passeio, os turistas também podem conhecer pratos típicos da região, como os salames, queijos e o chimarrão.

Enoturismo

O potencial do enoturismo e as oportunidades de desenvolvimento a partir da associação com hotéis e restaurantes serão o tema de um seminário organizado pelo Ministério do Turismo durante a 28ª Edição da Feira Internacional de Turismo de Gramado (Festuris), no próximo dia 4 de novembro.

O evento terá palestra sobre linhas de crédito disponíveis ao setor. O objetivo é fomentar a atividade, reunindo gestores públicos, especialistas e empresários brasileiros e internacionais para discutir experiências do segmento no País.