O Paraná Clube está fora da Copa do Brasil. Na noite desta terça-feira (19), no estádio do Café, o Tricolor foi derrotado – nos pênaltis – pelo Londrina (5×4). Após abrir o placar no primeiro tempo, o time de Dado Cavalcanti não conseguiu segurar a vantagem e cedeu o empate nos acréscimos da partida, o que levou a definição da vaga para a cobrança de penalidades máximas. O Tubarão, agora, aguarda o vencedor de Tombense-MG x Botafogo-PB.

Em casa, o Londrina começou o jogo pressionando e desperdiçou boas oportunidades com Sílvio e Germano. O Paraná só melhorou a partir dos 20 minutos, quando colocou a bola no chão e adiantou suas linhas de marcação. Aos 26, Jenison roubou a bola de Augusto e rolou para Higor Leite, que bateu para fora. Logo depois, aos 31, o Tricolor abriu o placar. Alesson dividiu com a zaga e a bola sobrou para Jenison bater no canto direito: 1×0.

Com a vantagem, o Paraná teve mais espaço para jogar e criou pelo menos duas chances para ampliar. Num cruzamento de Higor Leite, Caio Rangel não alcançou. Logo depois, foi a vez de Higor perder, após jogada de Alesson. No intervalo, a preocupação de Dado Cavalcanti era manter a mesma aplicação dos minutos finais do primeiro tempo, sem dar campo ao Londrina.

Porém, o Tubarão voltou melhor e passou a pressionar o Paraná. Só que a defesa, bem postada, afastava as jogadas mais incisivas. Dado procurou dar mais “fôlego” ao time, com as entradas de Sueliton, Jhemerson e Keslley. Mesmo recuado, o Tricolor teve pelo menos duas boas oportunidades para “matar” o jogo. Só que aos 47 minutos, de tanto insistir, o Londrina marcou: Luquinha, de falta, sem chance para Thiago Rodrigues.

Nos pênaltis, o Londrina levou a melhor e venceu por 5×4.