18 C
Curitiba
quinta-feira, 25 abril 2024

Empresas e associações de Curitiba fazem doações para ajudar cidades atingidas pelas chuvas

Devido às fortes chuvas que atingiram o Paraná nas últimas semanas, a Prefeitura de Curitiba incentiva empresas e associações a contribuírem com doações às cidades afetadas na Campanha Solidária Enchentes 2023. Os interessados podem doar alimentos não perecíveis, roupas em bom estado, produtos de higiene pessoal e de limpeza para auxiliar as famílias afetadas.

Entre as empresas e instituições que se solidarizaram está a Associação dos Comerciantes Estabelecidos do Mercado Municipal de Curitiba (Ascesme), que doou 100 galões de cinco litros de água, e a Adega Brasil, que ajudou com mais 100 galões de cinco litros.

“Temos que entender que é um momento muito complicado. Quando vimos a situação já nos mobilizamos rapidamente, e também convidamos todos os permissionários do Mercado Municipal a ajudar”, relata o presidente da Ascesme, Cleverson Augusto Schilipack.

Como contribuir

Contribuir com a campanha é fácil. Para doar grandes quantidades, os interessados devem abrir uma solicitação na Central 156, enquanto pequenas quantidades podem ser depositadas em um dos 105 pontos de coleta instalados em toda a cidade.

O interessado também pode entrar em contato com o Disque Solidariedade, serviço da FAS que faz a coleta, triagem e distribuição de doações a pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade social, pelos telefones 3350-3596 e 3250-7957.

Ação humanitária

A Campanha Solidária Enchentes 2023 foi lançada pelo vice-prefeito e secretário de Estado das Cidades, Eduardo Pimentel, no último dia 16, e reúne vários órgãos, como a Defesa Civil de Curitiba, Defesa Civil do Estado do Paraná e Fundação de Ação Social (FAS).

A iniciativa é uma ação humanitária de arrecadação de donativos para moradores de cidades da Região Metropolitana de Curitiba e de outros municípios paranaenses que necessitarem de apoio.

“Curitiba é uma cidade metropolitana, temos atuado em conjunto com outros municípios em diferentes ações do poder público. Formalizamos esse apoio aos que mais precisam. Pedimos a ajuda da sociedade civil com alimentos, material de limpeza e higiene. É uma união de esforços”, explicou Pimentel, ao lançar a ação.

Até o momento, a campanha atendeu dois municípios. O primeiro deles foi Rio Negro, na Região Metropolitana de Curitiba, fortemente afetado pelas chuvas. Outro carregamento foi enviado na última sexta-feira (20/10), para União da Vitória, no sul do Estado, com 2,5 toneladas de alimentos, 9 mil peças de roupas e calçados, além de materiais de higiene e limpeza.

Na próxima quarta-feira (1/11), uma nova ação humanitária será enviada para Contenda, também na Região Metropolitana, que receberá agasalhos, material de limpeza e de higiene e alimentos não perecíveis.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 117 | ABRIL/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS