O espadista curitibano Athos Schwantes, beneficiário do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte de Curitiba, intensificou sua preparação para disputar o Pré-Olímpico das Américas, que acontece nos dias 1º e 2 de maio na cidade de San José, na Costa Rica. Athos está na Europa desde janeiro, quando iniciou a preparação na cidade de Rio Maior, em Portugal, seguindo agora com os treinamentos na sala de esgrima do técnico e mestre Fillipo Lombardo, em Roma, na Itália.

Já são quase três meses na Missão Europa promovida pela Confederação Brasileira de Esgrima em parceria com o Comitê Olímpico do Brasil. Em Portugal, ainda em janeiro, o atleta precisou cumprir um período de isolamento com seu companheiro de equipe, Alexandre Camargo, e com o técnico Ivan Schwantes antes de começar os treinamentos mais pesados.

“Fizemos uma ótima volta pra Europa. Iniciando com a estrutura do Centro de Treinamento de Rio Maior. Foi muito bom contar com a participação do Alexandre também, com o Ivan como técnico. Tudo isso nos deixou bem confiantes para fazer aquela quarentena ativa antes de chegar na Itália”, disse o espadista à agência de notícias da Confederação Brasileira de Esgrima (CBE).

Agora em Roma, sua rotina tem sido de dois treinos por dia, além da preparação física, fisioterapia e massoterapia. Para se preparar para os confrontos do Pré-Olímpico, Athos Schwantes analisa vídeos dos adversários.

“Estou tendo a possibilidade de jogar com muita gente diferente, pessoas bem fortes. Tem atleta medalhista de Grand Prix, medalhista de Copa do Mundo por equipe, medalhistas de Mundial e Copas do Mundo no juvenil. Sem contar o intercâmbio de uma sala para outra que existe aqui em Roma”, afirmou o espadista curitibano.

Cuidados

A atenção do atleta para evitar a contaminação pela covid-19 é grande e se reflete até mesmo na forma como ele se desloca em Roma. Para o caminho do hotel ao local de treinamento, Athos prefere usar o transporte individual.

“Fica a três quilômetros de distância. Eu até peguei uma bicicleta emprestada do meu técnico, o Fillipo, para não precisae usar ônibus. Estou tendo todos os cuidados para evitar ao máximo qualquer tipo de contágio. Todos estão seguindo muito bem os protocolos de segurança, sempre com máscara e distanciamento, higiene pessoal”, disse.

A vaga olímpica

A sonhada vaga para disputar a Olimpíada de Tóquio, entre os dias 23 de junho 8 de agosto, será disputada no início do mês de maio na Costa Rica.

O curitibano estará acompanhando de mais três esgrimistas brasileiros nesta competição: Bia Bulcão (florete feminino), Bruno Pekelman (sabre masculino) e Karina Trois (sabre feminino). Os brasileiros vão disputar contra os melhores atletas das Américas do Sul, Norte e Central, e vão jogar para se juntarem a Guilherme Toldo (florete masculino) e Nathalie Moellhausen (espada feminino), brasileiros que têm suas vagas garantidas em Tóquio.

Na Costa Rica, Athos Schwantes estará acompanhado do técnico e mestre Fernando Fumio Kato, um dos melhores técnicos brasileiros na atualidade e fundador da Academia Mestre Kato em Curitiba, instituição também beneficiária do programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba.