O Athletico voltou a disputar uma partida do Campeonato Brasileiro, após a parada para a Copa América. No Caldeirão, o Furacão venceu o Internacional e somou mais três pontos na competição, chegando aos 13. O gol da vitória por 1 a 0 foi marcado por Vitinho, no final da segunda etapa.

O time comandado por Tiago Nunes volta aos gramados na próxima quarta-feira (17), no Rio de Janeiro (RJ), onde enfrenta o Flamengo, pela partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

A partida teve um início bastante equilibrado e sem chances de gol. A primeira finalização foi com Rafael Sóbis, aos 12 minutos. O chute de fora da área foi defendido com tranquilidade pelo goleiro Santos.

Quem chegou com mais perigo foi o Furacão. Aos 17 minutos, uma boa trama pelo lado direito. De Marcelo para Marco Ruben, que entregou para Jonathan. O camisa 2 viu bem a entrada de Cirino e fez o passe em profundidade. Frente a frente com Marcelo Lomba, o camisa 10 tentou o toque por cima, com categoria. O goleiro do Internacional tocou com a ponta dos dedos e a bola parou no travessão.

Aos 19’, O time gaúcho chegou com Tréllez. Ele pegou a sobra na marca do pênalti e bateu por cima.

Em cobrança de falta ensaiada, o Rubro-Negro criou mais uma oportunidade aos 25’. Jonathan rolou para Rony, que bateu por cima.

Vitinho sai do banco e resolve o jogo

Logo no início da segunda etapa, o Rubro-Negro criou uma ótima chance. Bruno Guimarães recebeu de Nikão e colocou na área. Rony apareceu na segunda trave para tocar de cabeça, com muito perigo.

Aos oito, Tréllez recebeu cruzamento no meio da área e completou de carrinho. Santos fechou o ângulo e fez uma grande defesa para evitar o gol adversário.

Lucho lançou a bola para o campo de ataque, aos 14’. Marcelo disputou pelo alto e a bola sobrou para Marco Ruben. Ele tentou o toque, mas Lomba defendeu.

No lance seguinte, Rony fez ótima jogada no meio-campo e foi derrubado. Só que Márcio Azevedo estava esperto e puxou o ataque. Perto da área, ele rolou para Nikão, que soltou a bomba. Lomba espalmou e Marco Ruben finalizou em seguida, mas em posição de impedimento.

Nazário arriscou de longe aos 24’, mas não acertou o alvo. Bruno Nazário tentou de novo aos 40’, desta vez de cabeça. Ele subiu junto com o goleiro, mas o toque saiu por cima.

E quando o jogo caminhava para um empate sem gols, uma jóia rubro-negra apareceu, aos 43’. Vitinho recebeu pela ponta esquerda, fintou o marcador e bateu colocado, no canto esquerdo do goleiro. Sem chances de defesa. Golaço do camisa 28! 1 a 0!