O jogo começou truncado, como qualquer final. Nos primeiros dez minutos, nada de chance de gol no Monumental de Núñez.

Aos 13’, o River Plate acertou a trave de Santos, com Fernández, na primeira chance de perigo da partida.

O time da casa chegou com perigo duas vezes seguidas, aos 16 e aos 17 minutos. Santos foi bem e defendeu as duas finalizações.

A resposta do Furacão foi logo no minuto seguinte. Troca de passes no ataque e Nikão tocou para Renan Lodi, que colocou a bola no meio da área. Na disputa, houve falta no goleiro do River.

Aos 22’, Pratto finalizou após cruzamento da direita e Santos fez uma grande defesa, colocando para escanteio!

Boa chance rubro-negra aos 28 minutos. Lucho partiu para o ataque e fez o passe em profundidade. Rony não alcançou a bola e ela ficou com Armani. Foi uma boa grande chegada.

E se o Santos trabalhava de um lado, Armani também teve trabalho do outro. Rony fez cruzamento na área e Lucho apareceu para completar, à queima roupa. Armani fez um milagre e mandou para escanteio.

Já nos acréscimos da primeira parte, Borré recebeu lançamento e bateu cruzado. Tranquilo, Santos ficou com a bola.

Time da casa define na segunda etapa

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro, sem grandes chances e com leve pressão da equipe da casa.

Isso até os 15 minutos, quando uma bola tocou no braço de Lucho dentro da área. O árbitro consultou o VAR e assinalou a penalidade máxima. A cobrança de Fernández, aos 19 minutos, foi defendida por Santos. Só que, no rebote, Fernández marcou.

Fernández teve outra chance aos 30’. O chute de primeira foi defendido por Santos.

Aos 34’, Renan Lodi colocou Armani para trabalhar. Ele arriscou de fora da área, no cantinho, e o goleiro argentino colocou para escanteio.

A chance do empate veio aos 43’. Marcelo recebeu boa bola dentro da área, tocou para Cittadini. O meia athleticano foi desarmado antes de finalizar.

Nos acréscimos, Pratto recebeu na área e tocou na saída de Santos para marcar o segundo do time da casa.

Suárez fechou a conta aos 49’.