Furacão vence o Rio Branco e está na final da Taça Dirceu Krüger

O Athletico teve mais domínio de jogo no início da partida, mas a primeira boa chance só saiu aos 12 minutos. Jáderson lançou Bergson, que foi ao fundo e cruzou. A defesa afastou parcialmente e Christian emendou o chute de fora da área. A bola desviou no meio do caminho.

Mas a chance deu mais gás ao time, que parou no poste esquerdo dois minutos depois. A jogada trabalhada chegou até Bergson, próximo à meia-lua. Ele girou e bateu rasteiro, com a perna esquerda. A bola passou pelo goleiro e parou na trave do Rio Branco!

O ataque athleticano chegou novamente aos 26’, com Vitinho. Ele avançou pela esquerda, fez a finta e soltou a bomba de fora da área. O goleirão colocou para escanteio.

O Rio Branco chegou pela primeira vez apenas aos 40 minutos, mas com perigo. Léo apareceu bem para defender a finalização já dentro da pequena área.

E a equipe que mais buscou o gol foi premiada aos 43’. Em um rápido contra-ataque, Christian fez um belo passe para Bergson, que dominou, invadiu a área e mandou para o fundo das redes. 1 a 0!

Dois golaços selam a vaga na decisão da 2º Taça

A segunda etapa começou mais equilibrada, mas logo a qualidade individual fez a diferença. Aos oito minutos, Jáderson fez bela jogada no campo de defesa e acionou Christian. O volante já entregou para a velocidade de Khellven. Ninguém apareceu para marcar e o jovem lateral foi avançando. Já dentro da área, ele fintou o marcador e mandou um chute rasteiro, de canhota, para marcar o primeiro gol como profissional. O segundo do Furacão no jogo!

A partir de então, o jogo não apresentou grandes chances para o placar ser alterado. Com o resultado favorável, o Athletico controlou as ações. O Rio Branco tentou, mas esbarrou na bem postada defesa athleticana.

E quando o árbitro já se preparava para apitar o final do jogo, o atacante Bill resolveu marcar um golaço no Caldeirão. Aos 48’, Vitinho cruzou e a zaga não afastou. Foi então que Bill aproveitou a bola alta na área e mandou de bicicleta. Um golaço para fechar o placar em 3 a 0 no Joaquim Américo!

Clube Athletico Paranaense é um clube de futebol brasileiro, da cidade de Curitiba. Foi fundado em 26 de março de 1924, a partir da fusão do International Foot-Ball Club e do América Futebol Clube. Suas cores tradicionais são o preto e o vermelho, que lhe rendem a alcunha de rubro-negro.