26.7 C
Curitiba
quarta-feira, 24 abril 2024

Governador participa da entrega do título de cidadã honorária do Paraná a Cida Borghetti

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou na noite desta terça-feira (27), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), da solenidade de entrega do Título de Cidadã Honorária do Estado do Paraná para a ex-governadora Cida Borghetti. A sessão reuniu amigos, familiares, empresários e outras lideranças políticas, além de ex-colegas da homenageada dos tempos de Alep, Câmara Federal, Governo do Estado e Itaipu Binacional.

Concedido pelo Poder Legislativo, o título simbólico de cidadania honorário é uma homenagem que pode ser feita por qualquer cidadão ou instituição e que precisa ser aprovada pela Assembleia Legislativa. Entre os critérios para receber o título, estão a prestação de relevantes serviços à população, a contribuição para o desenvolvimento do Estado e a integração do homenageado à comunidade estadual.

Ratinho Junior elogiou a trajetória pessoal e profissional da ex-governadora e lembrou que os dois atuaram juntos sobre pautas em prol da população paranaense. “A Cida tem uma história de contribuição como deputada estadual, federal e governadora, tendo sido inclusive a primeira mulher a governar o Estado, e sempre foi e continua sendo muito atuante na vida pública. Tive alegria de ter sido colega dela como deputado e acompanhei de perto a sua trajetória, que é hoje reconhecida pela sua história de defesa dos interesses do Paraná”, declarou o governador.

Cida Borghetti agradeceu aos familiares e amigos que participaram de sua história. “Ter a honra de ter sido a primeira governadora da história do Paraná, em uma trajetória que começou na Assembleia Legislativa como deputada estadual e para onde eu retorno para receber a maior honraria conferida pelo Estado, é uma grande emoção”, disse. “O mais especial foi ter conhecido tantas pessoas boas pelo caminho e ao lado delas demonstrar que é possível avançar com humildade e lisura acima de tudo”.

A proposta de homenagem à ex-governadora partiu do deputado estadual Soldado Adriano José. “Uma honraria mais que merecida por sua brilhante trajetória de realizações em prol do nosso Estado”, afirmou. “Cida desempenhou o cargo de governadora de forma exemplar, com diálogo, ética e transparência. Entrou para a história também como a primeira mulher a governar o Estado. Este título reflete o apreço e admiração conquistados junto à Assembleia e toda nossa população”.

“Ela é uma inspiração para nós mulheres, a primeira a governar o Estado do Paraná, e para os amigos e a família é uma alegria imensa, porque além da vida pública ela é um exemplo de mão, avó”, comentou a deputada estadual e filha Maria Victoria. “Sempre por onde passou Cida se relacionou bem com todos, inclusive com a oposição, seja no Câmara dos Deputados, na Assembleia Legislativa ou no Governo do Estado, tanto é que este prêmio foi aprovado por todos os deputados estaduais”.

BIOGRAFIA – Nascida na cidade de Caçador, em Santa Catarina, Maria Aparecida Borghetti é formada em Administração Pública pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), com especialização em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Com experiência como empresária e comunicadora, ela se destacou na política em diversos cargos públicos.

O início da sua carreira política foi como militante do então Partido Democrático Cristão (PDS). Depois, presidiu de forma voluntária o Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar) de Maringá e, entre 1998 e 2000 atuou como chefe do Escritório de Representação do Paraná em Brasília.

Em 2002, Cida foi eleita deputada estadual, reelegendo-se em 2007 para um segundo mandato. Neste período, foi recordista de leis aprovadas na Alep, com destacada atuação em campanhas de combate ao câncer de mama e na saúde preventiva. Em 2011, foi a mulher mais votada na disputa pela Câmara Federal no Paraná. Em Brasília, presidiu a Comissão que aprovou o Marco Legal da Primeira Infância, a legislação mais avançada no mundo na proteção às crianças de zero a seis anos.

Em 2014, foi eleita vice-governadora junto com o governador Beto Richa e assumiu em 2018 como a primeira chefe do Poder Executivo do Paraná. Em 2019, foi indicada por unanimidade para ser a embaixadora da Organização Mundial da Família na América do Sul e em maio de 2021 foi nomeada como conselheira da Itaipu Binacional.

PRESENÇAS – Também participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano; os secretários estaduais da Indústria, Comércio e Serviços, Ricardo Barros; das Cidades, Eduardo Pimentel; de Justiça e Cidadania, Santin Roveda; o prefeito de Curitiba, Rafael Greca; o prefeito de Maringá, Ulisses Maia; os ex-governadores Orlando Pessutti e Mario Pereira; o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), Fábio Camargo; além de diversos deputados estaduais do Paraná.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS