As instituições de ensino superior, públicas e privadas, têm até o fim de 2021 para implementar o novo Diploma Digital. No total, mais de 8,3 milhões de alunos serão beneficiados. 

Na prática, essa versão digital vai eliminar etapas que levam muito e dinheiro, como por exemplo, a coleta de dados, a assinatura, a impressão e o deslocamento do aluno até a instituição para ter o documento. 

De acordo com o secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima, este modelo vai trazer uma economia para o país.

“A gente estima que, se todas as universidades federais adotarem o mesmo modelo, teremos uma economia de mais de 47 milhões”, ressalta.

Atualmente, quando o aluno faz a solicitação do diploma físico, leva-se aproximadamente 90 dias para chegar ficar pronto. Agora, com o novo Diploma Digital, serão menos de 15 dias para ele ser entregue e poderá ser acessado pelo celular ou pelo computador.