O Paraná Clube fez um bom segundo tempo, criou as melhores oportunidades, mas novamente não venceu. O Tricolor ficou no 0x0 com o Atlético-GO e segue no bloco intermediário da Série B do Campeonato Brasileiro, agora com uma distância de cinco pontos para o G4. Pouco mais de duas mil pessoas estiveram na Vila Capanema na fria noite curitibana.

O técnico Matheus Costa, na busca por uma reação na competição, mudou a proposta de jogo, abrindo mão de um atacante de referência e apostando na velocidade de Bruno Rodrigues. No primeiro tempo, o time sentiu a pressão pela sequência ruim e poucas oportunidades foram criadas. O Atlético, terceiro colocado, teve mais volume e exigiu algumas defesas importantes de Thiago Rodrigues.

Na etapa final, a postura foi outra. Atento na marcação e com maior posse de bola, o Paraná passou a pressionar o adversário. Logo aos 3 minutos, num cruzamento de Guilherme Santos, Bruno Rodrigues tentou de letra e Kozlinski fez boa defesa. Aos 13 minutos, Matheus decidiu voltar a utilizar um atacante de área e escalou Rafael Furtado. Dez minutos depois, o centroavante ajeitou no peito e mandou uma bicicleta, para grande defesa do goleiro do Dragão.

Aos 29 minutos, foi a vez de João Pedro arriscar um chute “chapado”, mas a bola encobriu o travessão. O Atlético só ameaçou em um chute de Jorginho, que triscou a trave tricolor. Mas, apesar do volume de jogo, o Paraná não conseguiu chegar ao gol e amargou mais um empate dentro de casa. No sábado, o jogo será diante do Criciúma, às 11h, mais uma vez na Vila Capanema.