No Mineirão, o Furacão teve uma noite quase perfeita e, diante do líder, conquistou uma vitória de 2 a 0 com autoridade e quase sem correr riscos. Os três pontos fizeram o Rubro-Negro saltar sete posições na tabela, virar a página e aparecer em décimo lugar.

O time de Paulo Autuori foi taticamente impecável em Belo Horizonte. Forte na marcação, permitiu pouquíssimas oportunidades ao Atlético Mineiro. E no contra-ataque, criou as melhores chances da partida e chegou ao placar da vitória ainda no primeiro tempo.

Logo no início, já ficou claro que o Rubro-Negro tinha viajado em busca do triunfo. Aos 3’, Reinaldo disparou pela esquerda, passou pela marcação e botou o goleiro para trabalhar.

O time da casa tinha mais posse, mas não conseguia ameaçar. Já o Furacão aproveitava suas investidas com muita velocidade e arremates precisos. Aos 24’, foi Renato Kayzer quem recebeu, bateu cruzado e tirou tinta da trave.

Aos 34’, o contragolpe foi mortal. Em ótima jogada pela direita, Richard tocou para Erick, que lançou Fernando Canesin. Ele tocou na área para Christian, que recebeu livre e encheu o pé. Golaço em alta velocidade do Furacão!

E para provar que era mesmo o dono da noite no Mineirão, o Athletico ampliou. Aos 45’, Kayzer tocou para Nikão, que avançou,puxou pro meio e marcou mais um belo gol: 2 a 0!

Com a boa vantagem no placar, o Furacão administrou o jogo no segundo tempo. E ficou mais perto de marcar o terceiro do que de sofrer um. Nikão, Richard, Bissoli por duas vezes… Enquanto isso, o Galo só chegou com real perigo uma vez e parou em Santos.

Foi a terceira vitória seguida, para mostrar que o Athletico ainda tem muito o que conquistar neste Brasileirão. O próximo desafio é em casa, contra o Santos, no próximo sábado (21).