O Paraná Clube derrubou mais um tabu neste Campeonato Brasileiro da Série B. Derrotou o Figueirense-SC – 1×0, com gol de João Pedro – e pôs fim ao jejum de treze anos sem vitórias no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Com o resultado, o time do técnico Matheus Costa chegou à marca de cinco vitórias seguidas e se isolou na vice-liderança da competição.

Não foi um jogo fácil. No início, os donos da casa conseguiram impor um ritmo forte e pressionar o Paraná em seu campo. Com muitas variações pelos flancos, foram exigindo da zaga tricolor e do goleiro Alisson, que substituía a Thiago Rodrigues, suspenso. Rafael Marques a todo o momento buscava a finalização, mas era contido por Eduardo Bauermann e Rodolfo.

Aos poucos, o Paraná conseguiu equilibrar as ações e terminou o primeiro tempo reclamando muito uma penalidade máxima sobre Bruno Rodrigues, não assinalada pelo árbitro Alisson Sidnei Furtado (TO). No intervalo, Matheus Costa procurou ajustar a equipe, minimizando os espaços pelos lados do campo.

Os dois treinadores, então, começaram a mexer suas peças. O Paraná já havia sinalizando com alguns contragolpes, puxados por Fernando Neto e Bruno Rodrigues. E foi o ponta paranista que fez a jogada do gol. Numa ótima arrancada pela esquerda, ele esperou o tempo certo para um passe preciso para João Pedro, dentro da área. O camisa 7 driblou Denis e foi derrubado pelo goleiro do Figueirense. Desta vez, o árbitro não titubeou e marcou a penalidade máxima.

João Pedro, aos 29, com categoria, mandou a bola pra rede e abriu o placar para o Tricolor. No final, Matheus Costa tratou de fechar o time com a entrada de Leandro Almeida e o Paraná confirmou o placar de 1×0 e a sexta vitória nesta Série B.