O Paraná Clube mostrou mais uma vez poder de reação, venceu o Guarani – fora de casa – de virada (2×1) e segue na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor chegou aos 10 pontos em quatro rodadas disputadas, confirmando o seu melhor início de Série B, atingindo um aproveitamento de 83,33%. No domingo, às 11h, o desafio será em casa, diante do Operário de Ponta Grossa.

“Fugimos demais às nossas características no primeiro tempo. Por isso, tivemos muita dificuldade”, avaliou o técnico Allan Aal. O Guarani comandou as ações e impôs dificuldades ao Tricolor, que não conseguia prender a bola à frente. Num dos raros ataques, Andrey, pela esquerda, rolou para Bruno Gomes, que errou o chute e facilitou o corte da zaga bugrina.

A situação se complicou aos 28 minutos. Bruno Sávio encontrou espaço – após escorregão de Higor Meritão – e encheu o pé para marcar 1×0. O Paraná só reagiu no final, com um chute de Gabriel Pires, que Jefferson defendeu no canto esquerdo. No intervalo, os ajustes foram feitos e o Tricolor voltou ao campo com outra postura. Com uma marcação mais agressiva, chegou ao empate.

Jhony Douglas recuperou a bola e lançou Paulo Henrique na direita. O cruzamento foi certeiro e Bruno Gomes superou seu marcador para mandar a bola pra rede: 1×1, aos 17 minutos. Sem diminuir o ritmo, o Paraná conseguiu pressionar o adversário mesmo fora de casa. No chute de Bressan, o goleiro defendeu e a bola sobrou para Andrey. O tiro forte foi mais uma vez desviado por Jefferson.

No escanteio, porém, Jhony Douglas apareceu na primeira trave e, de cabeça, fez o seu primeiro gol como profissional: 2×1, aos 29 minutos. O Tricolor, então, passou a administrar o resultado e Allan Aal aproveitou para mexer no time e assegurar a terceira vitória seguida na competição. Líder, o Tricolor terá uma sequência importante, com jogos do Brasileiro e da Copa do Brasil.