20 C
Curitiba
quinta-feira, 23 maio 2024

Parceria inédita leva cursos de empreendedorismo às escolas estaduais

A Secretaria de Estado da Educação e o Sebrae/Paraná formalizaram nesta quinta-feira (9), em Curitiba, convênio para a oferta de cursos de educação empreendedora nas escolas estaduais. A parceria, inédita no Paraná, faz parte da política do Governo do Estado para expansão de atividades ofertadas nas escolas em turnos complementares.

Os cursos já foram iniciados em abril e seguem até novembro. Mais de 4,3 mil estudantes participam das atividades em 64 escolas da rede estadual de ensino. Os encontros têm duração de duas horas diariamente. Para os alunos do ensino fundamental são oferecidas aulas de Jovens Empreendedores – Primeiros Passos. Já aos alunos do ensino médio é ofertado atividades Despertar – Educação Empreendedora.

As equipes pedagógicas da Secretaria da Educação escolheram duas escolas por Núcleo Regional de Educação de municípios que participam do programa Família Paranaense, da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, e que apresentem aixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Cada escola possui duas turmas de ensino fundamental e uma do ensino médio. Com as aulas extras, além das 25 horas aulas semanais previstas no currículo escolar, os estudantes possuem outras quatro a mais para a participação das atividades. São duas horas por dia de ampliação de jornada.

VISÃO DE FUTURO – A parceria foi formalizada nesta quinta-feira (9), no segundo e último dia da reunião da equipe gestora da Secretaria da Educação com os 32 chefes dos Núcleos Regionais de Educação, em Curitiba. Assinaram o convênio a secretária da Educação, professora Ana Seres, e a superintendente da Secretaria, Fabiana Campos; o diretor-superintendente do Sebrae, Vitor Roberto Tioqueta, e o diretor de Operação da entidade, Júlio Cezar Agostini.

“A educação empreendedora trabalha com a organização, comunicação e fortalece a visão de futuro, isso tudo é fundamental para nossos estudantes”, disse a secretária estadual da Educação, professora Ana Seres. “Quanto mais cedo trabalharmos com a educação empreendedora em sala de aula, melhor será a formação para no futuro e na escolha profissional”, afirmou.

Em novembro, quando se encerrarem os cursos, os professores das escolas participantes devem se reunir para relatar experiências. Segundo o diretor-superintendente do Sebrae, Vitor, Roberto Tioqueta , a parceria representa um legado de desenvolvimento social aos paranaenses. “A educação empreendedora significa mudança de atitude, pois prepara a pessoa para fazer a diferença na sociedade. A soma da educação empreendedora com a educação curricular propicia um legado de transformação para todo o estado do Paraná”, disse Tioqueta.

PROXIMIDADE – Na tarde de quarta-feira (8), a secretária Ana Seres fez uma reunião com os chefes de núcleos no Gabinete de Gestão de Informações do Palácio Iguaçu. Foram abordados diversos temas, como alimentação, transporte escolar e obras em escolas, além de questões administrativas pontuais dos NREs. “Sempre há espaço na pauta para discussões pontuais de cada Núcleo”, destacou a secretária. A chefe da regional de Londrina, Lúcia Cortez, ressalta a importância dessa proximidade e da troca de experiências. “É o momento de debater problema e soluções, e um ajuda o outro”, disse Lúcia.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS