Formada por 18 bairros, a Regional Matriz passou por uma grande requalificação urbana que beneficia moradores e milhares de curitibanos de todas as partes da cidade que circulam diariamente pelo coração da capital.

Projetos como Rosto da Cidade, Cine Passeio, revitalização do Passeio Público e das praças e ruas; iluminação pública moderna e eficiente, Ligeirão, mais guardas municipais circulando, novos ônibus e várias outras iniciativas públicas têm melhorado a vida das pessoas de 209.485 moradores e revigorado a paisagem e o ambiente urbano de Curitiba.

“Além de ser cartão-postal e o berço da nossa urbanidade, a Regional Matriz é onde turistas e curitibanos de todas as partes se encontram. Cuidar dessa região é cuidar de toda Curitiba”, diz o prefeito Rafael Greca.

Desde 2017, ações de limpeza e plantios de flores nos canteiros das praças e em espaços públicos são feitos frequentemente, uma rotina de manutenção e de cuidado com a cidade.

Memória de Curitiba

O projeto Rosto da Cidade da Prefeitura já recuperou com pintura nova e antipichação 26 imóveis públicos e 80 particulares no setor histórico da cidade. Espaços como o Palacete Wolf, Cinemateca, Capela Santa Maria, Solar do Barão entre outros prédios de valor histórico e cultural da cidade foram contemplados com melhorias de fachada.

Na Praça João Cândido, o Belvedere, símbolo do art nouveau em Curitiba, uma construção da década de 1910 que estava abandonado por anos, foi completamente revitalizado e ocupado pela Academia Paranaense de Letras.

Restauração da Capela e ruas

Outro prédio histórico que foi recuperado data de 1895 e faz parte do Patrimônio Cultural de Curitiba. A Capela Nossa Senhora da Glória foi restaurado através da Lei Municipal do Potencial Construtivo. Além da edificação de 182 metros, foram recuperadas as áreas externas (jardins e passeios) e recebeu também rampas de acesso e elevador junto ao portão principal, atendendo a legislação de acessibilidade.

Obras de mobilidade na Rua Voluntários da Pátria, nas calçadas da Rua São Francisco e acessibilidade no Largo da Ordem integram o pacote do Rosto da Cidade para valorizar os pedestres, potencializar o comércio e atração turística e de lazer nesses trechos.

Mestres calceteiros

Na Voluntários da Pátria o trabalho de revitalização foi feito das mesmas mãos caprichosas dos irmãos e mestres dos mosaicos portugueses Sebastião e José de Souza. Junto com outros calceteiros, eles reconstruíram o petit-pavé que fizeram na mesma via há quase 50 anos. Um dos primeiros e dos muitos trabalhos feitos pelos irmãos na capital paranaense.

“Começamos lá pela Rua João Negrão, depois na Pedro Ivo e chegamos aqui na Voluntários. Acho que foi no final de 1960 ou começo de 70”, lembrou Sebastião, 65 anos. 

Os irmãos defendem a arte da calcetaria com afinco e conhecimento de causa. Trabalham no mesmo ofício desde os 15 anos. “As pessoas confundem, não somos pedreiros, somos calceteiros, que é muito diferente”, falou José.

“Amo meu trabalho e acho mesmo que de calçadas de passeio elas são as melhores. Veja o petit-pavé da Santos Andrade (praça), tem mais de 40 anos e está do mesmo jeito”, disse Sebastião de Souza.

Passeio Público renovado

O Passeio Público, parque mais antigo da cidade passou por uma grande obra de revitalização. A Prefeitura retirou estruturas velhas e sem uso e o parque mais antigo da cidade recebeu obras de infraestrutura, paisagismo e iluminação especial.

Foram plantadas 40 mil novas flores, 120 mudas de árvores nativas e toda a área gramada foi recuperada. No lago, entre a nova praça do Passeio e a Ilha dos Poetas, foi instalado um deck de madeira. Passeio também ganhou reforma e pintura em todas as dependências incluindo banheiros e recintos dos animais.

O local foi um dos mais visitados no Natal 2019, quando foi palco de espetáculos e recebeu um carrossel –  atração gratuita e aberta ao público.

A revitalização do Passeio, trouxe às famílias de volta ao parque.

“Eu frequentava o passeio com meus pais quando era criança. Brincar aqui era uma delícia, eu amava aquele parquinho que agora foi restaurado. Eu acho que agora o Passeio Público vai viver uma nova história, está muito melhor”, salientou Raquel Venâncio.

O charme do cinema de rua

No mesmo eixo está o Cine Passeio, o antigo quartel do exército da Rua Riachuelo construído em 1930, que foi transformado em cinema de rua. Ele é equipado duas salas de cinema (Cine Ritz e Cine Luz, homenagem aos dois tradicionais cinemas de rua do Centro), e estrutura para formação audiovisual e inovação na área da economia criativa.

Moradora do edifício Álamo, na Rua Presidente Carlos Cavalcanti, quase esquina com a Riachuelo, Gabriela Ariotti vive no mesmo endereço do Centro de Curitiba há onze anos. De lá testemunha a valorização e a mudança do perfil da região, especialmente após a abertura, em março de 2019, do Cine Passeio complexo cultural da Prefeitura dedicado à sétima arte e à inovação.

“Foi um ponto de luz pra nós. Hoje vejo diversidade de pessoas circulando nas ruas, movimento nas lojas que também estão se adequando a essa transformação da região”.

Ligeirão e novos ônibus

Desde março de 2018 o ligeirão passou a circular pelas canaletas de ônibus expressos que cortam a região central de Curitiba, ligando o Santa Cândida à Praça do Japão. É a primeira etapa do ligeirão Norte-Sul (Santa Cândida/Pinheirinho).

A ativação da linha Ligeirão só foi possível com o programa de renovação da frota do transporte coletivo, retomada em 2017 após quatro anos de paralisação.

Praças e ruas bem cuidadas

O Bosque Portugal, que fica entre o Bacacheri e o Jardim Social, recebeu 123 postes com lâmpadas LED no entorno da pista de caminhada.

Em 2019 também foram revitalizadas as praças 29 de Março, nas Mercês. Também nas Mercês, a Himeji depois de 30 anos foi totalmente remodelada, incluindo reforma do piso ao teto do Pagode Japonês que identifica o local.

Uma série de melhorias transformou a Praça Brigadeiro Mário Calmon Eppinghaus em uma das estrelas do bairro Juvevê. O ponto de encontro recebeu pavimentação dos espaços de caminhada e a reforma das escadas laterais.

Reformas envolveram também a manutenção do relógio da Praça Osório, que estava parado há quatro anos. A praça ganhou 3 caixas para abelhas nativas sem ferrão, uma Estação de Ginástica em aço inox e revitalização do entorno da cancha polivalente.

A Prefeitura também fez a limpeza dos painéis da praça 19 de Dezembro e da Travessa Nestor de Castro, despiche do Farol da Praça da Espanha e conserto e pintura da fonte, além de revitalização do bosque João Paulo II.

Simbolizando os laços culturais e de amizade entre Curitiba e o povo chinês, a Prefeitura criou o Largo da China no jardinete das ruas Deputado Mário de Barros com a Marechal Hermes, no Centro Cívico. Foram plantadas 20 mil flores no local que abriga a estátua do filósofo chinês Confúcio (551 – 479 a.C), doada pelo governo da China.

Caldo cultural

Um dos marcos na cultura curitibana foi lançamento do Pavilhão Étnico de Curitiba, no Memorial de Curitiba. As apresentações dominicais envolvem números musicais, teatrais, de dança, arte e comidas típicas das etnias que formam a história da cidade.

Já o Domingo de Bolso surgiu a partir de uma demanda da comunidade e dos artistas de ocupar a Praça de Bolso do Ciclista com atividades culturais.

Jardim Botânico, o xodó dos turistas

Visitado por mais de 1 milhão de pessoas todos os anos, o Jardim Botânico recebeu uma série de reformas para compensar o abandono da gestão anterior.

A estufa do Jardim Botânico foi completamente renovada: mais de mil peças de vidro foram trocadas e 16,3 mil metros de borrachas de vedação foram substituídos.

Esquadrias e estruturas metálicas do piso e do mezanino, escadas e calhas foram recuperadas. Foi feita também limpeza interna externa, pintura e implantação de novos corrimões, troca de todo sistema elétrico e luminárias.

Foi implantado o setor Araucárias do Mundo e o Velódromo ganhou reforma da pista com conserto das rachaduras do piso e reforço da pintura de sinalização para a prática do ciclismo.

Bondinho voltou a ser cartão-postal

Depois de sofrer com a depredação, resultado do abandono da gestão anterior, o tradicional Bondinho da Rua XV passou por obras de restauro e melhorias e foi devolvido ao povo de Curitiba. Conhecido cartão-postal da cidade, o espaço retomou as atividades como Bondinho da Leitura, posto de atendimento para o empréstimo gratuito de livros e atividades de incentivo à leitura, desenvolvidos pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC).

Guardas municipais

A Guarda Municipal aumentou a presença nas ruas e praças da área central e dos bairros. O aumento no efetivo da região central foi possível a partir das recentes contratações feitas para a corporação pela administração municipal.

Nos últimos três anos, foram contratados 462 guardas municipais, destes mais de 100 GMs circulam pela área central da cidade, fazendo rondas preventivas, em praças e no Passeio Público, além de intensificar as rondas com o apoio dos grupos especiais.

Reintegração Curitiba/Fazenda Rio Grande

A gestão Rafael Greca fez a reintegração do Ligeirinho Curitiba/Fazenda Rio Grande com a estação-tubo da Pontifícia Universidade Católica (PUC). Os estudantes foram os maiores beneficiados pela nova reintegração.

De uma única estação, a da PUC, os passageiros poderão entrar em qualquer uma das três linhas de ligeirinhos que passam pela região: Fazenda Rio Grande, Aeroporto e o PUC/Rodoferroviária.

Asfalto novo

O programa de recuperação da malha viária fez a requalificação do pavimento de 96 ruas da regional nos últimos quatro anos, um total de 75,7 km.

Artérias importantes da região foram contempladas, como a Avenida Visconde de Guarapuava, entre as ruas General Carneiro e Cândido Xavier; a Munhoz da Rocha, entre a Rua Bom Jesus e Avenida Nossa Senhora da Luz; Rua Treze de Maio, entre a Martin Afonso e a Conselheiro Laurindo, e Alameda Doutor Muricy, entre a Rua Jaime Reis e Avenida Visconde de Guarapuava.

Combate às enchentes

A Prefeitura investiu em obras de prevenção a alagamentos em toda a cidade e nos bairros da Regional Matriz não foi diferente.

No Rio Juvevê, as equipes implantaram galerias de detenção em concreto com estruturas de controle de vazão de água (vertedouros), galerias celulares e obras de drenagem e saneamento complementares no Cabral, Hugo Lange, Alto da XV e Cristo Rei.

No Rio Pilarzinho, a Prefeitura executou obra de perfilamento no trecho entre a rua Júlio Perneta e o Rio Belém, ao longo de 920m nos bairros Mercês e Bom Retiro.

Já na Rua Dias da Rocha Filho entre as ruas Camões, Schiller e Flávio Dallegrave, no Alto da Rua XV, foi implantado Túnel Linner sob a Linha Férrea e galeria de águas pluviais.

Na Rua Desembargador Westphalen com Avenida Visconde de Guarapuava, a Prefeitura vai implantar uma galeria de águas pluviais. E na Rua Vitorino Kaviski, no Bigorrilho, foi feita uma cabeceira para ponte de concreto pré-fabricado no Córrego Campina do Siqueira.

Educação

A Regional Matriz ganhou, em 2018, o Laboratório Pedagógico de Inovação, o Lapi, que serve como espaço maker para formação de professores, atividades com estudantes e comunidade. O Lapi fica na sede da Secretaria Municipal da Educação e tem impressora 3D, kits de robótica, chrome books, entre outras opções tecnológicas.

Também na sede da Secretaria Municipal de Educação funciona, desde 2019, o Centro de Ensino Estruturado para o Transtorno do Espectro Autista (CEETEA), primeiro do Brasil nesse modelo

O centro tem 15 profissionais, seis salas para atendimento individual ou em pequenos grupos, além de uma sala de formação e outra da Escola de Pais, iniciativa da secretaria que orienta as famílias de crianças e estudantes.

Ambulatório Encantar

Em outubro de 2019, a Prefeitura colocou em funcionamento a nova sede do Ambulatório Encantar, no Alto da Glória. A unidade especializada no atendimento para pessoas com autismo e suas famílias ampliou a capacidade de atendimento, de 250 para 400 pessoas, em um espaço mais amplo.

Espaço de hidroginástica revitalizado

Atendendo pedido formulado pelo programa Fala Curitiba, o prefeito Rafael Greca determinou a reforma do espaço da hidroginástica da US Ouvidor Pardinho.

A piscina foi esvaziada e recebeu reparos nos vazamentos. Telhas velhas e vigas foram trocadas e uma manta asfáltica foi aplicada na parte externa do prédio para evitar infiltrações da chuva.

Na parte das duchas, a segurança foi reforçada com novas barras de proteção e também, novos azulejos. Além disso, a iluminação do espaço foi substituída por lâmpadas LED e o local ganhou nova pintura.

Os pacientes da hidroterapia ganharam uma sala reservada para atendimento. Até então, as avaliações eram feitas junto na sala da hidroginástica.

São 1.400 alunos atendidos no Centro de Atividades Físicas da Ouvidor Pardinho.

CMEI Adolfo Bezerra

A regional também ganhou O CMEI Adolfo Bezerra, em agosto de 2020. Esse CMEI – um dos municipalizados pela Prefeitura – recebeu adequações no valor de R$ 173 mil, o que inclui serviços de pintura, adaptação de banheiros para o padrão infantil, elétrica e hidráulica.

A unidade tem capacidade de atendimento para 2021 de até 270 matriculados.

Curitibinhas aprendem idiomas

Cinco escolas ofereceram aulas de espanhol, italiano e inglês aos estudantes do Ensino Fundamental, antes da pandemia. Ao todo, o programa de língua estrangeira atendeu 5.098 estudantes, em 165 escolas.

Casa nova, vida nova

O sonho da casa própria se tornou realidade em março deste ano para 36 famílias do Prado Velho. Após anos de espera, elas receberam as chaves das novas casas no conjunto de sobrados moradias Vila Prado, com um total de 90 unidades, foi destinado a moradores que viviam em área de risco às margens do rio Belém. Além do problema dos alagamentos, havia um adensamento excessivo no local, com os barracos praticamente empilhados um no outro.

A dona de casa Valdiane Aparecida agora mora em um sobrado novo com o esposo e os dois filhos. Moradores antigos da região, eles estavam recebendo o benefício auxílio-moradia para pagar o aluguel de uma casa em Colombo enquanto as unidades estavam em construção.

“O sobrado novo é a realização de um sonho, agora temos mais conforto para a nossa e tantas outras famílias. Esse dia não vamos esquecer jamais”, disse Valdiane

O presidente da Associação de Moradores Valdemilson Tanaka agradeceu o empenho da Prefeitura em retomar e concluir a obra.

“Nossa comunidade só tem a agradecer a esta gestão do prefeito e ao presidente da Cohab. A obra estava paralisada e muitos já tinham perdido a esperança de ter a sua casa. Graças ao trabalho bem-feito a obra foi concluída”, salientou Tanaka.

Ruas e pontos turísticos mais iluminados

Nas ruas da regional foram implantadas 5.572 lâmpadas de LED, que dão maior luminosidade e são mais econômicas. Além de se preocupar com a melhoria da iluminação das vias públicas, o Departamento de Iluminação também se dedicou a valorizar a arquitetura de edificações e monumentos. Desde 2017 já foi implantada iluminação cênica em 36 locais.

Em 2019, projetos luminotécnicos realçaram a beleza dos portais Passeio Público e da parte interna do parque; do Memorial Árabe, na Praça Gibran Khalil Gibran; do Memorial de Curitiba e seu Rio de Pinhões, no São Francisco; do Memorial Ucraniano, no Parque Tingui. Merecem destaque os trabalhos feitos na Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais e na estufa do Jardim Botânico.

Construída entre 1875 e 1893 no mesmo local onde foi erguida a primeira capela de Curitiba, na Praça Tiradentes, a Catedral Basílica ganhou um novo sistema de iluminação cênica que valorizou sua arquitetura neogótica.

Foi instalada uma nova entrada de energia, caixa de comandos, rede de cabeamento, foi realizada a revisão dos projetores e a substituição de projetores de LED e das barras de LED queimadas, vandalizados ou furtadas. Também foram instalados de projetores de piso.

Refeição barata e de qualidade

A regional conta com dois restaurantes populares, o da Matriz e o do Capanema, reaberto em 2018. Em 1993, na primeira passagem pela Prefeitura, Greca abriu o restaurante, mas ele acabou sendo fechado no ano 2000. O local foi reformado, equipado e hoje tem capacidade para oferecer 500 refeições diárias ao preço único de R$ 3.

A Regional Matriz tem seis hortas produzindo alimentos de qualidade.

Tradição no Mercado Municipal

Para comemorar 62 anos em grande estilo, as instalações do mercado ganharam remodelação da fachada da Rua General Carneiro, a criação de um calendário de eventos e a melhoria do trânsito na região.

Acolhimento aos necessitados

O resgate social foi intensificado pela Fundação Ação Social (FAS), já que a Regional Matriz é a que concentra a maioria da população que vive nas ruas. A Prefeitura aumentou o trabalho de busca ativa e de acolhimento às pessoas em situação de rua. Foram feitas 12.474 abordagens sociais para atendimento às pessoas em situação de rua.

Foi criado o Expresso Solidariedade, um ônibus adaptado que funciona como um refeitório móvel, e inaugurada a Casa da Acolhida Rebouças. No período de 2017 a 2019 o Expresso Solidariedade serviu 104.601 refeições.

Além disso, a FAS realizou várias ações para a comunidade da região. Através dos programas e oficinas do Mobiliza e Primeiro Emprego (PPE), 470 adolescentes e jovens participantes receberam noções para o mercado de trabalho.

A FAS também ofertou 516 cursos de capacitação profissional na região que contou com a participação de 8.340 pessoas.

O posto do Sistema Nacional de Emprego (Sine) da Rua da Cidadania atendeu 106.085 pessoas e foram emitidas 15.585 Carteiras de Trabalho.

Atividades físicas

Em 2018, a Prefeitura reinaugurou o Centro de Esportes e Lazer Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz, na região central. O espaço é a maior estrutura pública destinada a Esporte e Lazer da Prefeitura de Curitiba.

A revitalização começou em 2015, porém em janeiro de 2017, quando a nova gestão assumiu a Prefeitura, as obras estavam quase paradas e com o cronograma atrasado.

Com investimentos de R$ 3,9 milhões, provenientes da Caixa Econômica Federal, o espaço conta com piscina externa coberta e aquecida, antiga solicitação dos usuários, que podem nadar mesmo em dias de chuva e frio.

Também foi construído uma nova cobertura para o ginásio esportivo com uma tecnologia especial, que garante maior durabilidade e resistência, além da colocação de novo piso de madeira na quadra, adequado à prática esportiva. Além disso, foram construídos novos vestiários, banheiros e salas de dança e musculação.

De janeiro de 2017 a julho de 2020, foram feitos 7.693 atendimentos nos centros de esporte e lazer Dirceu Graeser, Velódromo e CAFI Ouvidor Pardinho.

Mutirão promove a mulher

A Prefeitura promoveu em 2019, o mutirão Curitiba Mulher. Serviços gratuitos de beleza, saúde, qualificação profissional e orientações contra violência doméstica levaram aproximadamente 2,7 mil mulheres à Rua da Cidadania da Matriz, na Praça Rui Barbosa.

No espaço Beleza da Mulher, as participantes fizeram corte de cabelo, design de sobrancelha, maquiagem, tratamentos estéticos e massoterapia.

Espetáculos do Natal

O Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais é um show a céu aberto e encanta os curitibanos e turistas de todas as partes. Em 2019, foram 160 atrações diferentes, que levaram 700 mil pessoas aos espetáculos, destes 105 mil turistas.

Práticas de canto

O projeto Nosso Canto da Fundação Cultural de Curitiba envolveu 1.356 no período de janeiro de 2017 a julho de 2020. Os participantes aprendem técnica vocal com aulas sobre fisiologia da voz, impostação e dicção, práticas de canto coral, com repertório específico para grupos vocais e vários gêneros musicais.

Ao todo, os eventos e atividades culturais na regional mobilizaram 4.891 pessoas.