A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) investiga, até a tarde desta terça-feira (10/3), 21 casos suspeitos de infecção humana pelo novo coronavírus (COVID-19) em pessoas residentes em Curitiba, cinco deles são novos.

Dos casos divulgados na última segunda-feira (9/3), cinco foram descartados por exames laboratoriais. Os demais 16 seguem aguardando resultado de exames.

Novos casos em investigação

Os novos casos são cinco homens com idades entre 14 e 51 anos. Em três dos casos as pessoas retornaram de viagens para a Itália – país considerado em estado de epidemia pela nova doença. Os outros dois viajaram para os Estados Unidos – região que também já registra a transmissão local da doença.

Todos apresentaram sintomas leves de infecções respiratórias – febre, tosse, coriza, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça. Após avaliação médica, coleta de amostras para exames e tratamento dos sintomas, foram orientados a permanecer em isolamento domiciliar voluntário enquanto aguardam o resultado dos exames. 

Três deles foram atendidos em serviços de saúde da rede pública e outros dois em serviços da rede privada.

A médica infectologista da SMS Marion Burger explica que o internamento só é indicado para casos com complicações, como por exemplo, infecção pulmonar. Mas ela alerta que é essencial manter o isolamento domiciliar, quando indicado.

“Enquanto aguardam o resultado é importante que as pessoas sigam as orientações. Mesmo que a infecção não seja pelo coronavírus, a medida evita a contaminação de outras pessoas e auxilia no processo de recuperação”, orienta Marion.

Os pacientes de casos suspeitos são monitorados diariamente por telefone para acompanhamento da evolução do quadro de saúde.